Em alguns pontos da rua, moradores jogaram areia nos buracos para minimizar o problema

No Verão é a poeira. No inverno é lama. E durante o ano todo é a buraqueira que preocupa os moradores da rua Passarela Ferroviária, no Centro de Montenegro. Para transitar pelo local, pedestres e motoristas precisam redobrar os cuidados para desviar das inúmeras crateras formadas ao longo dos últimos meses.

“Em dias de chuva o perigo é maior porque a água esconde os buracos, e para quem não conhece a rua, pode sofrer um acidente e acabar se machucando”, alerta o autônomo Milton de Azevedo, que destacando a necessidade de reparos no local. “O fluxo de pessoas e veículos aqui é bem intenso, por isso, é importante que seja feito um serviço mais completo, não basta jogar britar e não colocar asfalto, pois isso já foi feito em outros anos e não deu certo”, acrescenta o morador.

No trecho próximo da rua Capitão Porfírio, os buracos estão presentes logo no início do perímetro e se estendem até parte da Passarela. “Não estamos pedindo muito, apenas que a Prefeitura venha aqui ver a nossa situação e faça algo por nós, ninguém alguém mais engolir poeira e pisar em lama e buraco”, dispara Azevedo.

O que diz a Prefeitura

De acordo com a Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos
(SMVSU), diariamente a Administração Municipal atua em diferentes pontos atendendo inúmeras demandas, em ações que integram o cronograma de atividades dos distintos setores. Ainda, a SMVSU informa que foi realizado serviço na Passarela Ferroviária da Rua Buarque de Macedo até a Estação da Cultura, e em relação ao trecho citado, o órgão afirma que será feito uma vistoria para inclusão no cronograma de serviços assim que possível.

Compartilhar

Deixe seu comentário