Registro da rua Porto Belo alagada no dia 6 de janeiro
Obra realizada pela prefeitura em junho de 2020. Foto: arquivo pessoal

Obra feita pela Prefeitura no ano passado acabou agravando a situação

Moradores da rua Porto Belo, no bairro Centenário, sofrem há vários anos com um problema de alagamento na via. A situação inclusive já foi pauta de outra reportagem realizada pelo Jornal Ibiá no ano passado.

Na época, a reportagem mostrou a situação da moradora Clarissa Soares Wagner, que há mais de quatro anos convive com o esgoto da rua em frente a sua casa transbordando toda vez que chove. Há dois anos atrás, por conta de um alagamento, a família de Clarissa chegou a perder parte os móveis que tinha dentro de casa.

Mas apesar das denuncias dos moradores, a situação segue aguardando uma solução. A moradora Lisiane da Rosa conta que o problema existe já há algum tempo e foi gerado pelo lixo que acabou descendo várias vezes pela boca de lobo ao longo dos anos. No entanto, ela relata que a situação se agravou após uma intervenção feita pela prefeitura em uma boca de lobo da rua entre os meses de junho e julho de 2020.

Lisiane conta que nesse serviço de limpeza a boca de lobo acabou ficando aberta por vários dias e o material da prefeitura utilizado para fazer a obra acabou descendo pela rede. “A prefeitura veio e abriu para fazer a limpeza e deixou aberto. Com as chuvas que vieram dias depois acabou entrando areia, brita, madeira e cimento e esse material acabou agravando o problema mais do que era antes”, explica.

Segundo a moradora, após a obra realizada pela prefeitura, chuvas de pouca intensidade acabam alagando a rua. Foi o que aconteceu no dia 6 de janeiro, quando um volume baixo de chuva acabou gerando um enorme alagamento e deixou a via tomada pela água. “Agora chuviscou alaga, antes para alagar teria que ter uma chuva pesada”, destaca Lisiane.

O Secretário de Viação e Serviços Urbanos, Neri Mello Pena, explica que tomou conhecimento do problema logo após assumir a pasta, no dia 1º de janeiro. No início desta semana ele realizou uma visita ao local para uma avaliação da situação. O intuito foi verificar se poderia ser feito algum serviço emergencial para amenizar o problema.

Segundo o secretário, a situação terá que ter a avaliação que um engenheiro para uma solução concreta, o que está previsto para acontecer nas próximas semanas. Mas para amenizar o problema, ainda esta semana, será feita uma limpeza na boca de lobo que tem gerado o alagamento.

Deixe seu comentário