Quem passou pela Praça Rui Barbosa hoje no horário de almoço, viu, além das atividades que estão sendo desenvolvidas pelo Jornal Ibiá em alusão ao Dia Internacional da Mulher, uma performance da artista Carla Viviane Pozo.

Sentada no chão em silêncio, com uma mão pintada sobre a boca e com um cartaz de luto, Carla buscou recuperar o objetivo do Dia da Mulher. Segundo ela, o número é um protesto por todas as mulheres que foram mortas, estupradas e que sofrem violência diariamente. “O Dia da Mulher tem que ir além de ganhar flores. Tem que trazer para o debate o empoderamento dessas mulheres. Tem que mostrar que elas não estão sozinhas, que existe uma rede de acolhimento”, afirma.

Confira a entrevista com a artista, no vídeo acima.

Deixe seu comentário