Uma das obras de modernização apresentadas foi a ampliação da pista, que hoje tem 2.250 metros e passará a contar com 3.200 metros. Aeroporto, Salgado Filho, reforma, exportações, SMIC, Rio Grande do Sul

A empresa Fraport, que venceu o processo de licitação do Governo Federal para administrar o aeroporto Salgado Filho pelos próximos 25 anos, apresentou, nessa quarta-feira, 13, o projeto de ampliação e modernização do aeroporto para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEDETUR). Uma das obras de modernização apresentadas foi a ampliação da pista, que hoje possui 2.250 metros e que passará a contar com 3.200 metros.

O projeto também contempla um aumento no número de portões de embarque, de 17 para 21, além da criação de um Centro Logístico com produção, onde empresas poderão se instalar a fim de facilitar a distribuição de seus produtos.

A expectativa da Fraport é de que o número de exportações por via aérea saindo do Rio Grande do Sul aumente.

Atualmente, apenas 5% das exportações saem desta maneira do Estado, sendo que 73% do volume de exportações que poderiam ser feitas pelos ares são transportadas por caminhões até São Paulo, onde daí sim partem através do aeroporto de Guarulhos para fora do país.

Para o secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio (SMIC) de Montenegro, Elias da Rosa, as reformas no aeroporto vão atender às necessidades das empresas que precisam de agilidade para transportar suas cargas, o que acaba gerando benefícios para toda a região. “A expectativa é de aumento da capacidade de movimentação de cargas no aeroporto. Pra nós é uma notícia bastante positiva. É um avanço muito importante”, avalia Elias.

Deixe seu comentário