Giancarlo Gonçalves, Gian, jogador, Bahia, Copa do Nordeste
Gian (de pé, à esquerda) disputou seu primeiro Ba-Vi no último sábado, pela Copa do Nordeste Sub-20. Foto: divulgação site oficial do Bahia

Com moral. Atleta montenegrino jogou os 90 minutos contra o rival Vitória

Uma das maiores promessas do futebol montenegrino, o meio-campista Giancarlo Gonçalves, o Gian, completa dois meses defendendo as cores do Bahia nesta semana. Nos primeiros dias em Salvador, o jogador de 18 anos teve dificuldades para se adaptar, mas agora está totalmente ambientado ao novo clube e no último sábado disputou seu primeiro Ba-Vi, o clássico contra o rival Vitória.

Válida pela terceira rodada da Copa do Nordeste Sub-20, a partida terminou empatada em 1 a 1. Gian foi titular do Bahia e atuou os 90 minutos. Porém, quem saiu na frente no estádio Pituaçu foi o Vitória, com gol de Wellisson, aos nove minutos da segunda etapa. O gol de empate do Bahia saiu no apagar das luzes, aos 49, com Jeferson Douglas. Com o resultado, o tricolor de aço se manteve na ponta da tabela do grupo C, com sete pontos. O rival é o vice-líder, com cinco.

Giancarlo Gonçalves, Gian, jogador, Bahia, Montenegro
Jogador de 18 anos tem sido titular absoluto da equipe sub-20 do Bahia. Foto: facebook / Giancarlo Gonçalves

Depois da primeira experiência no grande clássico baiano, Gian compara o Ba-Vi com o Gre-Nal, principal clássico do Rio Grande do Sul. “É bem disputado, tem todo aquele clima de clássico mesmo. Ninguém quer perder, mas acho que Gre-Nal é mais acirrado”, analisa o meio-campista.

Titular absoluto do time sub-20 do Bahia, o atleta de Montenegro enfrentou dificuldades para se adaptar a Salvador. “As duas primeiras semanas foram difíceis. Até eu me acostumar com o clima, demorou um pouco. Aqui, 5h, 5h30min da manhã já tem sol e muito calor. Mas agora está tranquilo”, minimiza.

No Novo Hamburgo, ex-time de Gian, o atleta estava acostumado com um estilo de jogo mais técnico, de mais posse de bola. Já no Bahia, a forma de jogar é outra. “Tive que me adaptar com o estilo de jogo também, é muito diferente. Aqui o jogo é mais físico, mais intenso”, frisa o jogador.

O próximo desafio de Gian e seus companheiros de Bahia é no domingo, novamente contra o Vitória, dessa vez na casa do rival, o Barradão. Uma vitória garante o tricolor baiano na próxima fase da Copa do Nordeste. O título da competição é o grande objetivo do jogador montenegrino. Para o atleta, a conquista daria uma injeção de ânimo para a equipe, que vai disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, em janeiro de 2019. “Estamos bem no torneio. Se a gente for campeão da Copa do Nordeste, vamos chegar ainda mais confiantes na Taça SP”, completa.

Deixe seu comentário