O ano de 2018 foi de muitos destaques individuais e coletivos pela região, em diferentes modalidades esportivas. No futebol sete, Peludos FC e JDN fizeram a festa no Grêmio Gaúcho, enquanto Chelsea e Medonhos levantaram a taça no Cantegril. Três categorias do Fera foram campeãs do Campeonato Estadual Inovação. A dupla Gre-Nal também teve uma boa temporada. O tricolor foi campeão da Recopa e do Gauchão, enquanto o Inter superou as expectativas dos próprios torcedores e ficou em terceiro no Campeonato Brasileiro. Na Copa do Mundo, a França comemorou seu bicampeonato.

Destaques individuais não faltaram. Rudinei Rodrigues Leal, Yustos Techeira, Márcio Rodrigues e Luciano Pinto brilharam no tatame. O experiente piloto Márcio Alarcon se sagrou campeão brasileiro e anunciou sua aposentadoria das pistas. O garoto Gabriel Pires foi campeão da Copa Gaúcha de Kart. Nas águas, Murilo da Rosa conquistou, com facilidade, o título gaúcho de Stand Up Paddle. O bandeirinha Michael Stanislau estreou na Série A do Brasileirão em sua função e mandou bem. Recentemente, ainda, o Recreativo de Brochier venceu a Copa Via Esporte. Relembre.

Ciclismo:
Dois ciclistas de Montenegro estiveram entre os grandes destaques do esporte em 2018. O experiente Rafael Rosa e o novato Rodrigo Barreto foram campeões da etapa única do Campeonato Gaúcho em Santa Cruz do Sul. Em seu primeiro ano competindo, Rodrigo dominou as últimas três provas do Estadual e ainda ficou em segundo lugar na Volta de Capão, no litoral. Já Rafael, que acredita ter feito sua melhor temporada neste ano, completou o desgastante percurso da Rutas de la América, no Uruguai, fechou o ranking estadual do Gaúcho na quarta posição da categoria Elite e foi campeão da Sul Bike Race de Mountain Bike e da Copa Soul, também de MTB.

Rodrigo Barreto e Rafael Rosa foram os grandes destaques do ciclismo neste ano. Foto: Rodrigo Barreto

Cantegril:
O campeonato de futebol sete do clube no primeiro semestre foi conquistado pelo Chelsea, que venceu o Medonhos na decisão por 1 a 0. O gol do título foi marcado por Lindomar Machado. No segundo semestre, o Medonhos superou o Jamaicanos na final, também por escore mínimo, e faturou seu segundo título na Série A. O atacante Paulinho marcou o gol decisivo. No início do ano, o Medonhos levantou a taça do Torneio de Verão ao bater o +QD+ na decisão.

Medonhos foi campeão do torneio de verão e fechou o ano conquistando a Série A no Cantegril

Fera:
Sem disputar o Gauchão Noligafi neste ano, o Fera concentrou suas atenções no Campeonato Estadual Inovação de Futebol e fez bonito. Único time do torneio a chegar nas semifinais com as seis categorias, o Fera esteve representado por três equipes na final. Os montenegrinos encararam o Cruzeiro, de Cachoeirinha, nas decisões das categorias 2006, 2005 e 2004, e superaram o adversário em todas elas, conquistando três títulos. Em janeiro, a Sub-12 ficou com o vice-campeonato da Copa Teutônia.

Gurizada da 2005 do Fera foi para a França na metade do ano e conquistou o Estadual Inovação em dezembro. Foto: divulgação Fera

Grêmio Gaúcho:
No Clube Grêmio Gaúcho, os destaques de 2018 foram Peludos FC e JDN. No campeonato de futebol sete do primeiro semestre, o Peludos conquistou seu pentacampeonato consecutivo ao golear o Ellite na decisão por 6 a 0. No segundo semestre, o título ficou com o JDN, que também venceu o tradicional Ellite na final, mas por 1 a 0. Foi a primeira conquista do JDN no clube. No início do ano, o Expulsos do Bar levantou a taça da Copa Genifer Sports de Verão ao superar o Absolut por 8 a 2 na final.

JDN conquistou seu primeiro título no Grêmio Gaúcho após vencer jogo emocionante contra o Ellite

Kart:
Em um ano brilhante, o garoto Gabriel Pires conquistou o título da Copa Gaúcha de Kart na categoria Júnior. Grande promessa do kart montenegrino, o atleta de 14 anos chegou à etapa final em Bagé com 22 pontos de vantagem para o segundo colocado. Ele podia ficar em quarto na primeira bateria que já garantiria o caneco, mas, para não deixar dúvidas, venceu a bateria inicial e confirmou o merecido título da competição. Gabriel ainda conquistou o sexto lugar do Campeonato Gaúcho de Kart, disputado em Pelotas.

Garoto Gabriel Pires foi campeão da Copa Gáucha de Kart em 2018. Foto: Ângelo Leal Pires

Jiu jitsu:
A Academia JA foi para o Mundial de Jiu Jitsu, em São Paulo, com 14 atletas neste ano, e voltou com 11 medalhas. Márcio Rodrigues, Yustos Techeira, Murilo Flores e Marcelo Ignácio subiram no lugar mais alto do pódio. Quem também brilhou no tatame em 2018 foi Luciano Pinto, grande líder da JA. Em 20 competições disputadas, o lutador conquistou 32 medalhas nesta temporada. Destaque para os títulos de Luciano no Pan-Americano e no Sul-Brasileiro da modalidade.

Luciano Pinto conquistou 32 medalhas neste ano, sendo 16 de campeão

Velocross:
Um dos maiores destaques do motociclismo montenegrino, o piloto Márcio Alarcon conquistou o título brasileiro de Velocross na categoria VX3 Nacional neste ano, fechando com chave de ouro sua trajetória no esporte. Após a prova decisiva, ele anunciou sua aposentadoria das pistas. O filho de Márcio, Alex Alarcon Júnior, foi campeão gaúcho na categoria Força Livre Nacional. O garoto Gustavo Wening foi campeão da Copa MOCVA de Velocross em três categorias: 230cc Pró, Nacional Quatro Tempos e Força Livre. Seu irmão, Augusto, ficou com o vice-campeonato do torneio.

Márcio Alarcon encerrou sua trajetória no Velocross com o título brasileiro. Foto: Sílvio Bilhar / O Podium

Vôlei:
A competição que marcou a abertura oficial da Associação de Vôlei de Montenegro (AVM) ocorreu no final de abril, em Campo do Meio, e teve como campeã a equipe Crocodilos. Na areia, a dupla Rato e Lu, formada por Luciane Dahmer e André Vanin Bazi, teve ótimo desempenho durante o ano. Em março, por exemplo, eles venceram a Taça Itacir Martins de Vôlei de Praia, no Cantegril. Em dezembro, a dupla de Porto Alegre formada por Nicolas e Luisa foi a campeã do Torneio de Vôlei de Duplas Mistas, no Parque Centenário.

AVM realizou vários torneios de voleibol durante a temporada

Atletismo:
A temporada foi de grandes conquistas para os corredores da região. Pela primeira vez, as três irmãs Vargas (Denise, Débora e Deise) correram juntas. O trio disputou o Troféu da Independência do Brasil, em São Paulo, no mês de setembro. Os atletas da Well Runners e da PA Runners estiveram nas principais corridas do Estado e obtiveram bons resultados. Em setembro, o brochiense Cezar Camillo venceu a X-Treme Run Gramado, no percurso de 25km. Os atletas Cláudio Adriano Schons e Daniela Fernanda da Rosa foram os principais destaques da 8ª Corrida e Caminhada Unimed Vale do Caí deste ano.

Irmãs Deise, Denise e Débora correram juntas pela primeira vez em setembro deste ano. Foto: Débora Vargas

Futebol de areia:
O Peludos FC não é destaque apenas na grama. Em março, a equipe de Montenegro conquistou o título da Copa Intermunicipal de Futebol de Areia de Maratá, ao superar o Tok de Bola na decisão. Em sua primeira participação no tradicional torneio, o Peludos mostrou a força do seu conjunto para levantar a taça. A Copa Intermunicipal deste ano também teve os títulos do Porto, no Sub-18, do Chelsea, pelo Veterano, e das Fominhas, pelo Feminino.

Em sua estreia em Maratá, Peludos
conquistou o título da Copa Intermunicipal

Grêmio
O tricolor não foi tão brilhante como em 2017, mas fez uma grande temporada neste ano. Campeão da Recopa Sul-Americana sobre o Independiente-ARG, a equipe do técnico Renato Portaluppi também conquistou o título do Gauchão (venceu o Brasil de Pelotas na decisão). Na Libertadores da América, o Grêmio foi eliminado nas semifinais para o River Plate, campeão desta edição. No Campeonato Brasileiro, o clube ficou na quarta posição e conquistou vaga direta na fase de grupos da Libertadores de 2019. E na Copa do Brasil, o tricolor caiu nas quartas de final, para o Flamengo.

Inter
De volta à Série A do futebol brasileiro em 2018, o Inter terminou a temporada em alta. Depois de ser eliminado nas quartas de final do Campeonato Gaúcho para o grande rival e cair na quarta fase da Copa do Brasil para o Vitória, a equipe do técnico Odair Hellmann cresceu no Brasileirão e brigou pelo título até as rodadas finais, mas acabou ficando na terceira colocação – bem acima da expectativa da maioria dos colorados no início do ano. O bom desempenho no nacional garantiu o clube na fase de grupos da Libertadores da América do próximo ano.

Copa do Mundo
Não foi na Rússia que o Brasil conquistou sua sexta Copa do Mundo. Mais uma vez, o título da principal competição de futebol do planeta foi conquistado por uma seleção europeia. Em 2018, a França levantou a taça ao vencer a surpreendente Croácia, por 4 a 2, na decisão. Eliminado pela Bélgica nas quartas de final, o Brasil não conseguiu demonstrar o mesmo futebol apresentado nas eliminatórias para a Copa. Na primeira fase, empatou com a Suíça, venceu a Costa Rica com dificuldades e bateu a Sérvia no último jogo. Nas oitavas, superou o México por 2 a 0. Porém, nas quartas, a Bélgica não deu chances para os comandados de Tite: 2 a 1.

Muay thai
Em julho deste ano, Montenegro recebeu o Nitro Fight, campeonato de nível profissional organizado pela Nitro Team e que contou com 35 lutas. Um dos nomes mais conceituados em artes marciais mistas no Brasil, o técnico Fabiano Boxer, esteve presente no Clube do Comércio para prestigiar a competição. Além dele, o presidente da Federação Gaúcha de Muay Thai Esportivo, Eduardo Viríssimo, foi o árbitro principal do evento. Em março, o lutador Rudinei Rodrigues Leal foi campeão mundial de Muay Thai na Tailândia sem precisar lutar, pois seu adversário acabou desistindo do duelo.

Tênis
O tenista Pedro Ritter foi o campeão da Classe A1 do Ranking ATM desta temporada. Na decisão, ele venceu a tricampeã Andrea Peters, única representante feminina da disputa, por 2 sets a 1. Na Classe A2, o título deste ano ficou com Maico Dalbosco Pinto, que superou Tárcio Lerner na partida final. Já na Classe B, quem comemorou foi Rodrigo Laux. Nas Duplas, Luis Rorig e Luis Figueiró se sagraram campeões em 2018, vencendo a dupla formada por Adriano Bérgamo e Henrique Weinmann na decisão.

Jogos Escolares
A grande campeã dos Jogos Escolares de Montenegro neste ano foi a escola Dr. Walter Belian, que venceu seis etapas. As disputas aconteceram entre março e novembro, em cinco modalidades: atletismo, futebol sete, futsal, handebol e vôlei. Ao todo, 18 escolas da cidade participaram dos Jogos. Além do Walter, outras escolas que se destacaram foram a José Pedro Steigleder e o Colégio Ivo Bühler (Ciep).

Sesi
A empresa John Deere foi o grande destaque dos Jogos do Sesi de Montenegro em 2018. Nos esportes coletivos, ela dominou, conquistando o título no Futebol Sete – Força Livre, Futebol Sete – Máster, Futsal – Força Livre, Futsal – Máster, Futsal – Sênior, e Bocha. No Bolão Masculino e no Vôlei de Praia Feminino, a Vibra levou a melhor. Já no Vôlei de Praia Masculino, a Braskem foi a campeã. A Getec foi premiada pela boa participação no âmbito disciplinar.

Stand Up Paddle
O jovem Murilo da Rosa foi imbatível em 2018. Aos 15 anos, ele venceu todas as provas que disputou neste ano e se sagrou campeão gaúcho na categoria Fun Race. Murilo ainda competiu no Rio de Janeiro, em novembro, e também venceu. Os treinadores do garoto, Sandro Branco e Giseli Motta, também foram campeões gaúchos nesta temporada.

Deixe seu comentário