Álbum da Copa do Mundo segue em alta nas bancas. Na reta final, colecionadores buscam figurinhas brilhantes

Coleção. Trocas seguem na cidade e figuras brilhantes são as mais visadas

Os grandes craques do futebol mundial já desfilam nos gramados russos, mas a febre do álbum de figurinhas da Copa do Mundo está longe de terminar. Muitos colecionadores já completaram a edição deste ano em Montenegro, mas ainda há muita gente em busca de cromos faltantes em seus livros. As mais procuradas por todos os colecionadores são as brilhantes.

Nos eventos de trocas, nomes como Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar não são tão buscados pelos colecionadores como as figurinhas brilhantes, consideradas raras pela maioria. Apesar da dificuldade em encontrar cromos especiais, a Loja Panini, empresa responsável pela publicação do álbum, negou, por meio de um post no Instagram, que haja uma produção menor delas.

“Muito se fala sobre figurinhas raras e difíceis, mas será que isso é verdade? A gente está aqui para afirmar que isso é um mito! Todas as figurinhas Panini são impressas em quantidades iguais e você tem as mesmas chances de encontrá-las em todos os pacotinhos. Além disso, algumas não costumam aparecer com frequência nas trocas, pois muitos colecionadores aproveitam as repetidas mais especiais para colar em cadernos, armários e onde a criatividade permitir”, publicou a empresa.

figurinhas, jogadores, Copa do Mundo, álbum, coleção

Proprietário de uma banca de jornais e revistas no centro de Montenegro, Luis Cláudio Wolff Filho afirma que a procura pelo álbum segue durante a Copa do Mundo. “Desde o último final de semana, vendemos uns 10 álbuns do Mundial. Muitos já estão com o álbum completo, mas vários continuam a coleção durante e após a Copa. As pessoas têm falado que tem menos brilhantes esse ano”, reforça.

As trocas ocorrem todos os sábados em frente à banca de Cláudio. Para que o movimento continue, o proprietário conta com um bom desempenho do Brasil na Rússia. “Nos sábados pela manhã, a partir das 9h, o pessoal se reúne aqui para realizar as trocas. Porém, durante a Copa do Mundo, as trocas vão de acordo com o desempenho da Seleção Brasileira. Se o Brasil for eliminado cedo, quase ninguém irá aparecer para trocar”, frisa.

Outra saída utilizada pelos colecionadores é a solicitação dos cromos faltantes diretamente para a Panini. “Na reta final, o pessoal pede as figurinhas que faltam em seus álbuns para a Panini, porque fica mais fácil e prático. Os clientes alegam que aumentou muito o preço dos cromos esse ano. Aqui, não vendemos figuras avulsas”, completa Cláudio.

Faltam sete: colecionador busca completar seu álbum nos eventos de trocas

álbum, Copa do Mundo, Gustavo Machado, figurinhas, coleção
Gustavo Machado precisa de sete figurinhas brilhantes para completar seu álbum da Copa. Foto: arquivo Gustavo Machado

Prestes a completar seu terceiro álbum de figurinhas de Copa do Mundo, Gustavo Gomes Machado aposta nas trocas para conseguir as sete peças restantes. “Imagino conseguir as figurinhas que faltam durante os encontros de trocas, que são realizados todos os sábados pela manhã. O pessoal costuma trocar apenas brilhantes por brilhantes”, salienta.

Por isso, mesmo que restam poucas figuras (e só brilhantes) para preencher todo seu álbum, Gustavo segue comprando novos pacotes. “Sempre que compro pacotes, torço para que venham essas brilhantes, independentemente de eu já ter ou não. Se ainda não tiver, é menos uma que vai faltar. Se já tiver, tenho a possibilidade de conseguir alguma brilhante nos encontros de trocas”, completa.

Deixe seu comentário