Libertadores pode ter Gre-Nal apenas nas semifinais. Foto: divulgação internet

Está desenhado o caminho de Grêmio e Inter nos mata-matas da Libertadores da América. Na noite da última segunda-feira, a Conmebol sorteou os confrontos das oitavas e todo o chaveamento da competição até a grande final, que será em jogo único neste ano. Detentor da terceira melhor campanha da fase de grupos, o Inter encara o Nacional-URU, que foi o melhor segundo colocado. O Grêmio vai voltar a enfrentar o Libertad-PAR nas oitavas de final.
Na etapa anterior, os paraguaios venceram na Arena e o tricolor deu o troco fora de casa, com dois gols de Everton. Como o Libertad fez melhor campanha que o Grêmio, decide a vaga no Paraguai. O jogo de ida acontece em Porto Alegre, dia 25 de julho, e a volta, no dia 1° de agosto. Quem passar pega, nas quartas, o vencedor do duelo entre Palmeiras e Godoy Cruz-ARG.

Assim como em 2006, quando conquistou sua primeira Libertadores, o Inter vai duelar com o Nacional nesta fase. Naquela ocasião, o colorado venceu no Uruguai por 2 a 1 e confirmou a classificação no Beira-Rio com empate sem gols. Nas oitavas deste ano, a primeira partida ocorre no Uruguai, dia 24 de julho, enquanto a volta, na casa colorada, será dia 31 de julho. Quem seguir adiante terá pela frente Flamengo ou Emelec-EQU nas quartas de final.
As duas maiores forças do Estado podem se encontrar nas semifinais. Caso passem pelas oitavas e quartas, Grêmio e Inter farão o maior Gre-Nal da história por uma vaga na decisão da Libertadores. Do outro lado estão River Plate, Boca Juniors, Cruzeiro e Athletico-PR. Um clássico entre Boca e River também só é possível nas semifinais. A grande final será realizada em Santiago, no Chile, em 23 de novembro.

Deixe seu comentário