Isa (ao fundo) falou sobre sua trajetória no futebol, que iniciou no Fera, aos 7 anos

Atualmente, cerca de 25 meninas treinam no Fera e carregam o sonho de jogar futebol profissionalmente. Na última semana, sete delas tiveram a oportunidade de conversar com a zagueira Isadora Haas Gehlen, que defende o Sevilla, da Espanha, e está de férias em sua cidade natal. Após o treinamento de sexta-feira, no campo da Tanac, Isa bateu um papo com meninos e meninas do projeto de Montenegro, falou sobre sua trajetória no futebol e deu conselhos para a garotada.

Garotada aproveitou para “tietar” a zagueira do Sevilla-ESP após o bate-papo

A jogadora do Sevilla contou que realizou sua base no Fera, dos sete aos 14 anos de idade. Por muito tempo, era a única menina na escolinha. Depois, participou de uma peneira no Inter com mais 800 meninas, e passou. Integrou a equipe colorada Sub-17 e logo foi incorporada ao elenco profissional. Jogou dois anos com a camisa do Inter, foi convocada para a Seleção Brasileira Sub-17 e disputou o Mundial Feminino da categoria em 2018, sendo a capitã brasileira.

Além disso, Isa falou sobre os primeiros meses na Espanha, as dificuldades com o idioma e o dia a dia no Sevilla. A garotada, “envergonhada” no início do bate-papo, foi perdendo a timidez e fazendo questionamentos para a zagueira de 18 anos. “Continuem sempre estudando. No futebol, às vezes precisamos abrir mão de algumas coisas para conquistar esse sonho, como sair com os amigos, ir a festas. Mas nunca parem de estudar”, ressaltou Isa.
Vários alunos não conheciam a atleta montenegrina antes dessa conversa. Agora, a jogadora do Sevilla será inspiração para muitos deles, principalmente para as meninas.

Deixe seu comentário