Guerrero, Inter, reforço, apresentação, jogador, atacante, Peru
Peruano atuava com efeito suspensivo à condenação. Foto: divulgação Inter

O atacante Paolo Guerrero já está em solo gaúcho. Por volta das 9h45min desta quarta-feira, o peruano desembarcou em Porto Alegre e foi recepcionado por cerca de 1.000 torcedores colorados. Contratado por três anos, o jogador de 34 anos concedeu autógrafos, tirou fotos e foi para o meio da galera participar da festa no Aeroporto Salgado Filho. Depois, Guerrero rumou para o estádio Beira-Rio, onde foi apresentado oficialmente com a camisa do clube e recebeu a saudação de aproximadamente cinco mil torcedores.

Anunciado no último domingo como reforço colorado, o atacante vestirá a camisa de número 79 no Inter. A numeração faz alusão ao tricampeonato brasileiro conquistado pelo clube de forma invicta, em 1979. Agora, o departamento jurídico colorado trabalha para deixar Guerrero apto a estrear no próximo domingo, quando o Inter enfrenta o Paraná, às 11h, no estádio Beira-Rio. Se tiver seu nome publicado no BID da CBF até sexta-feira, o peruano pode ser opção no banco de reservas no final de semana.

No entanto, na entrevista coletiva de apresentação, o jogador deu a entender que não deve fazer sua estreia diante do Paraná, apesar da ansiedade em jogar pelo clube. “Acho que tenho que me preparar um pouco mais. Vou ter uma conversa com o treinador para decidir, mas quero estar em campo o quanto antes. Estou muito ansioso para jogar”, disse Guerrero.

Motivado, o peruano enalteceu a torcida colorada e também o momento vivido pela equipe no Brasileirão. “A recepção foi incrível. Com certeza, foi a maior que tive em um time. Não tenho palavras para definir o que estou vivendo agora por pertencer a um grande clube como o Inter. Vou retribuir com esforço, sacrifício e raça dentro do campo. O grupo é muito qualificado e tem mostrado isso na campanha que está fazendo”, acrescentou o centroavante peruano.

Deixe seu comentário