Ao lado de 44 mil torcedores, colorado celebrou vitória em clássico e manutenção da liderança. CRÉDITO: Ricardo Duarte/Inter

Num clássico elétrico nos 45 minutos finais, o Inter venceu o Grêmio no Beira-Rio no domingo, dia 9, e se manteve na liderança do Brasileirão com os mesmos 49 pontos do São Paulo, que tem saldo de gols pior que o do colorado. Os três pontos foram garantidos com um gol de Edenílson, na segunda etapa. Sem jogos no meio da semana, o Grêmio, que tem 41 pontos e ocupa a quinta posição, entra em campo sábado, dia 15, para enfrentar o Paraná. Já o Inter volta a jogar apenas na próxima segunda-feira, dia 17, contra a Chapecoense.

O Gre-Nal de número 417 começou morno para a decepção dos mais de 44 mil torcedores que acompanharam o clássico no estádio. O primeiro tempo foi marcado pela pouca criação das equipes e o alto número de faltas, como era de se esperar. Na primeira etapa, Nico López, do Inter, Luan e Thaciano, do Grêmio, levaram amarelo por faltas. Mas o momento de maior tensão foi na saída de campo após os primeiros 45 minutos, com uma confusão que iniciou entre Victor Cuesta e Ramiro e envolveu ainda Rossi, que estava no banco. Os três foram amarelados na volta do intervalo.

Mais ligado, o Grêmio começou a etapa final pressionando a saída de bola colorada. No entanto, foi o Inter que chegou ao gol. Após rodar a bola perto da área gremista, o ataque colorado acionou Uendel. O lateral colorado levantou na área e Edenílson apareceu para tocar de cabeça para o fundo da rede defendida por Marcelo Grohe. O tento foi marcado aos 13 minutos.

Depois do gol, o Grêmio pareceu acordar e partiu com tudo para cima do Inter. Aos 15 minutos, André obrigou Lomba a fazer grande defesa. Um minuto depois, foi Geromel quem parou nas mãos do goleiro colorado. Quando não era Lomba, era a zaga colorada quem aparecia como soberana para cortar o perigo.

Buscando o gol de empate, Renato promoveu diversas mudanças e colocou em campo jovens promessas como Pepê, Thonny Anderson e Jean Pyerre. Porém, sem surtir efeito. Inclusive, o Inter teve a chance de ampliar o placar em rápido contra-ataque, mas Damião finalizou em posição de impedimento, anulando o que seria o segundo gol colorado.

Após o apito final, os ânimos voltaram a esquentar e uma nova confusão, desta vez envolvendo jogadores e comissão técnica de ambos os times, aconteceu no gramado e seguiu até os vestiários.

Deixe seu comentário