Técnico Renato Portaluppi renovou por mais uma temporada com o tricolor. Foto: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

Tricolor reforça as laterais e pretende manter Everton para brigar em todas as frentes

Lateral Victor Ferraz foi o primeiro reforço anunciado pelo clube para 2020. Foto: divulgação Santos

O consolidado trabalho de Renato Portaluppi à frente do Grêmio foi estendido por, pelo menos, mais um ano. De contrato renovado, o treinador agora trabalha, junto com o presidente Romildo Bolzan, na montagem do elenco para esta temporada. Com os pilares da equipe mantidos e a chegada de reforços pontuais para o time titular, o tricolor quer disputar todos os títulos em 2020.

O Campeonato Brasileiro, que tem sido deixado de lado por causa das competições de mata-mata, deve ser uma prioridade na Arena nesta temporada. A Copa do Brasil e a Libertadores da América serão tratadas com a mesma importância no clube. Apesar de não ter a expressão dos títulos internacionais e nacionais, a conquista do Campeonato Gaúcho também será um dos objetivos do tricolor neste ano. Inclusive, o Grêmio venceu os últimos dois estaduais e vai em busca do tri.

Para brigar em todas as frentes, é necessário um elenco qualificado e equilibrado. Na última temporada, a equipe gremista teve problemas na lateral-direita, após a grave lesão de Leonardo Gomes, e no ataque, onde os principais investimentos não deram resposta. Na lateral, Léo Moura e Rafael Galhardo revezaram a titularidade no segundo semestre, mas nenhum se consolidou e ambos deixaram o clube em dezembro. O titular no início da temporada será Victor Ferraz, que estava no Santos e foi anunciado ainda em dezembro.

Assim como nos últimos anos, a direção tricolor deve voltar ao mercado para buscar um centroavante. Em 2019, Felipe Vizeu, André e Diego Tardelli pouco contribuíram. O canhoto Luciano, que chegou ao clube na metade do ano, foi quem deu a melhor resposta na posição. Pedro, ex-atacante do Fluminense e atualmente na italiana Fiorentina, estaria na mira do clube gaúcho.

Outra posição buscada pela cúpula gremista é a de lateral-esquerdo. Titular nas últimas três temporadas, Bruno Cortez vai bem na marcação, mas deixa a desejar no apoio ao ataque. Por isso, o tricolor busca no mercado um lateral com características mais ofensivas. O atleta em questão é Caio Henrique, que atuou pelo Fluminense no último ano e pertence ao Atlético de Madrid. O Grêmio tem um acerto encaminhado com o jogador.

Os dirigentes tricolores também querem um volante e um meio-campista. Como Maicon teve muitas lesões durante a última temporada e perderá o início deste ano devido a uma cirurgia no joelho, o clube busca um jogador com perfil vencedor para a posição. Apesar de o nome do experiente Carlos Sánchez, do Santos, circular nos noticiários como sendo de interesse, o Grêmio anunciou no primeiro dia deste ano a contratação de Lucas Silva. Formado no Cruzeiro, o jogador de 26 anos tem passagem pelo Real Madrid e assinou contrato até dezembro de 2023.

Para o setor de criação, o Grêmio chegou a sondar Raphael Veiga, mas esbarrou nos valores. A movimentação gremista no mercado é bem clara: vai em busca de atletas com nível de titularidade. Para o banco de reservas, o clube vai apostar nos jovens da base, que têm dado boa resposta nas últimas temporadas.

Jovens Isaque e Ferreira devem ganhar espaço no elenco principal neste ano. Foto: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

As promessas da base que devem ganhar espaço em 2020
O Grêmio tem sido um dos principais formadores de talentos do País nos últimos anos. Campeão da Libertadores com o clube em 2017, o volante Arthur hoje defende o Barcelona. O atacante Pedro Rocha, vendido para o futebol russo há algumas temporadas, foi anunciado recentemente como reforço do milionário Flamengo para 2020. Pilares da equipe de Renato Portaluppi, Matheus Henrique e Everton ainda estão no Grêmio, mas sofrem forte assédio do futebol europeu.

O atacante, inclusive, é considerado peça-chave para o tricolor brigar por todas as frentes nesta temporada. Evidente que Everton fará falta se for vendido, mas a torcida gremista pode ficar tranquila, pois o clube conta com grandes promessas oriundas das categorias de base. Pepê é o atleta mais pronto para substituir Everton, caso o titular seja negociado. Logo atrás, vem Ferreira, que apareceu muito bem nas últimas rodadas do Brasileirão e deve ganhar espaço no elenco em 2020.

Permanência do atacante Everton é considerada
fundamental pelo Grêmio para este ano de 2020. Foto: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

A equipe que deve iniciar a temporada será repleta por jovens. Nas primeiras rodadas do Gauchão, o Grêmio vai atuar com a equipe de transição, para realizar uma espécie de vestibular com a gurizada. Posteriormente, muitos garotos devem ser incorporados ao elenco principal. São os casos do goleiro montenegrino Vinícius Machado, do lateral Felipe, do zagueiro Ruan, dos volantes Varela e Frizzo, do meia Jhonata Robert e dos atacantes Guilherme Azevedo, Isaque e Da Silva, atletas que enfrentaram o Goiás na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe seu comentário