Grêmio, Futebol feminino, futebol, esporte

Uma parceria entre Grêmio e Associação Gaúcha de Futebol Feminino (AGFF) está retomando o esporte destinado às mulheres no Clube. Com foco inicial do Campeonato Brasileiro A-1 2017, o Tricolor será representado por 28 atletas na competição que começa em 12 de março. A equipe está treinando no Centro de Formação e Treinamentos Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, desde a primeira semana de fevereiro. O primeiro compromisso já tem data marcada, dia 12 de março contra o Vitória de Santo Antão – segunda melhor equipe de futebol feminino, conforme o ranking da CBF – pelo grupo 1. O Tricolor mandará seu jogo no CFT Hélio Dourado, mas ainda não há horário confirmado.

O coordenador do Departamento de Futebol Feminino é Yúra, ídolo do Tricolor, reconhecido como um dos mais marcantes de sua geração, na segunda metade da década de 70, ressalta o suporte que o Grêmio está dando às atletas para o alto desempenho em prol da instituição: “Até agora estou encantado com o projeto. Esperamos que seja algo fantástico, que tenhamos muito sucesso e que façamos história no futebol feminino no Rio Grande do Sul e no Brasil”, disse Yúra, que ressaltou também a infraestrutura oferecida pelo Tricolor: “O Grêmio nos proporcionou uma estrutura fantástica. Acredito que poucos clubes no Brasil tenham condições semelhantes. ”
As atletas estão sendo comandadas pela técnica Patrícia Gusmão, que tem Ronaldo Rangel, o Bagé, como auxiliar, além do preparador físico Mauro Cruz, este último com passagem pelo Grêmio. Técnica do Grêmio/AGFF, Patrícia tem carreira no futebol feminino nacional e internacional. Em 2016, comandou a Seleção Gaúcha de Futebol Feminino.

“Estamos numa expectativa muito grande com esse novo projeto, esperamos fazer um grande trabalho para representar bem as cores do Grêmio no Campeonato Brasileiro”, disse, entusiasmada, a comandante tricolor. Ela, que juntamente com a Associação Gaúcha de Futebol Feminino, desde o ano passado, participou da comissão que selecionou as 28 meninas para a formação da equipe. “Escolhemos meninas que estivessem à altura da grandeza do Grêmio e também aptas a participar de um Campeonato tão forte como esse que iremos enfrentar pela frente”, disse.

O Campeonato Brasileiro Feminino A-1 é dividido em dois grupos de oito equipes que irão se confrontar em jogos de ida e volta – um mínimo de 14 jogos por equipe. Classificam-se para a segunda fase os quatro primeiros de cada grupo, que também fazem confrontos de ida e volta para definir os semifinalistas, e em seguida, em dois jogos, decidir os finalistas.

O Grêmio/AGFF estará no Grupo 1, junto de Vitória-PE, Audax-SP, São Francisco-BA, Iranduba-AM, Kindermann-SC, Corinthians e Sport. No Grupo 2 ficarão o campeão brasileiro Flamengo, além do São José-SP, Coritiba/Foz Cataratas, Ferroviária, Rio Preto-SP, Santos, Ponte Preta e Vitória.

Atletas que compõem o time de futebol feminino:

Goleiras
Ana Sara da Silva Mendes (Canoas)
Andreia Guimarães de David (Ijuí)
Luana Santos (Atlântico)

Zagueiras
Bruna Helena Oliveira Flor (Canoas)
Elisabeti S. Gaieski (Atlântico)
Letícia Bongiorno (Atlântico)
Vera Lúcia A. Marostica (Black Show)

Laterais
Rafaela Medina Ancheta (Canoas)
Caroline dos Santos Gomes (Atlântico)
Daiane Fernandes (Canoas)
Jissele Agnes (Canoas)

Meio-campistas
Thiellen G. de O. Nascimento (Canoas)
Stefani Cabral (E.C. Pelotas)
Itainá Ávila Silveira (E.C. Pelotas)
Roberta Rosa (Canoas)
Michelly Santos (Canoas)
Thaiane Almeida Caetano (Cruzeiro)
Daniela Fonseca Magallon (Canoas)
Shaiane Madeira Pedrozo (S.C. Rio Grande)
Aline de Borba Fermino (Canoas)
Priscila Graziele C. de Almeida (Black Show)

Atacantes
Carla Tatiane da Silva Antônio (Canoas)
Júlia Cipriani (E.C. Pelotas)
CAroline Dalazen (Atlântico)
Jenifer Braga da Silva (Sapucaiense)
Karina Balestra da Luz (Canoas)
Bruna de Souza Gomes (Black Show)
Maria DAniete Gonçalves (Cruzeiro)

Comissão Técnica:
Patrícia Gusmão – Técnica
Bagé – Assistente Técnico
Sol farias – Treinadora de Goleiras
Mauro Cruz – Preparador Físico
Vainon Rodrigues – Preparador Físico
Paulo Henrique – Fisioterapeuta

Deixe seu comentário