Grêmio terá força máxima e o apoio da torcida no duelo contra o Libertad, pela segunda rodada da Libertadores. Fotos: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

Libertadores. Tricolor faz primeiro jogo na Arena e vai em busca da liderança

Noite especial para a torcida gremista nesta terça-feira. Hoje, o Grêmio faz seu primeiro jogo na Arena na Libertadores da América deste ano e pode assumir a liderança do grupo em caso de vitória sobre o Libertad, do Paraguai. Depois de um empate na primeira rodada contra o Rosario Central fora de casa, o tricolor agora terá o apoio de cerca de 30 mil torcedores em busca do primeiro triunfo na competição. A bola rola às 21h30min.

O último jogo do Grêmio em casa pela Libertadores não traz boas recordações para os torcedores. A derrota e eliminação para o River Plate em outubro do ano passado ainda não foi engolida por muitos gremistas. Por isso, os tricolores esperam uma grande vitória na primeira partida na Arena pelo torneio após o episódio negativo da última edição.

Além do apoio da torcida, o técnico Renato Portaluppi terá o grupo completo à disposição para o embate contra os paraguaios. Ausente na estreia devido a uma torção no tornozelo direito, o volante Michel está recuperado e deve ser titular esta noite. Desta forma, o Grêmio deve entrar em campo com Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon, Marinho, Luan e Everton; Felipe Vizeu.

Recuperado de torção no tornozelo, Michel volta ao time hoje à noite

Depois de fazer sua estreia pelo Grêmio no último sábado, na vitória por 3 a 0 sobre o São José, o atacante Diego Tardelli será opção de Renato para o decorrer da partida. Nesta segunda-feira, o comandante gremista fechou a primeira parte do treinamento para ajustar os últimos detalhes para o confronto desta noite, que pode valer a liderança do grupo H.

Se vencer o Libertad, o tricolor assume provisoriamente a ponta e aguarda o desfecho da segunda rodada (Universidad Católica e Rosario Central se enfrentam na quarta-feira). Na abertura do grupo, o Libertad goleou a Católica por 4 a 1. Contudo, no dia seguinte à vitória, o clube paraguaio demitiu seu treinador. O argentino José Chamot assumiu o comando técnico da equipe e estará na casamata da Arena esta noite.

O Libertad tem o artilheiro da Libertadores até o momento. Com seis gols, incluindo dois contra a Universidad Católica, o atacante argentino Adrián Martínez é o jogador mais perigoso do time paraguaio, que ainda conta com o experiente centroavante Óscar Cardozo e com o goleiro uruguaio Martín Silva, que atuou pelo Vasco da Gama nas últimas temporadas.

Deixe seu comentário