Grêmio precisa de uma vitória ou de um empate (a partir de 2 a 2) para garantir vaga na final da Libertadores. Fotos: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

Noite decisiva. Tricolor encara o Flamengo pelo jogo de volta da semifinal

Chegou o grande dia, torcedor gremista. Na noite desta quarta-feira, o Brasil vai parar para assistir a um dos jogos mais aguardados dos últimos anos no País. No Rio de Janeiro, o Grêmio quer calar o Maracanã lotado e voltar à decisão da Libertadores da América. Diante do badalado Flamengo, o tricolor aposta na tradição e no talento do grupo para chegar a mais uma final continental. A bola rola às 21h30min.

Nos primeiros 90 minutos do duelo, empate em 1 a 1 na Arena. O time carioca teve mais posse de bola, saiu na frente e teve três gols anulados, mas o Grêmio foi valente e contou com o apoio da torcida para buscar a igualdade nos minutos finais. Hoje, quem vencer garante a vaga para a grande decisão. Se a partida terminar empatada sem gols, o Flamengo avança. Para o tricolor gaúcho, o empate basta a partir do 2 a 2. Um novo 1 a 1 leva a disputa para os pênaltis.

O Grêmio é o melhor visitante desta edição da Libertadores. Em cinco partidas longe de Porto Alegre, possui três vitórias, sendo duas nos mata-matas. Nas quartas de final, inclusive, a desvantagem era maior contra o Palmeiras. No primeiro jogo, o time paulista venceu na Arena por 1 a 0. Na volta, no Pacaembu, o tricolor fez 2 a 1, de virada, e garantiu classificação para as semifinais.

Além do bom retrospecto fora de casa, o time do técnico Renato Portaluppi tem conquistado grandes vitórias como visitante nas últimas semifinais. Em 2017, quando o Grêmio conquistou a Libertadores pela terceira vez, Luan e Edilson comandaram o triunfo por 3 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil, no Equador. No ano passado, nesta mesma data de hoje (23 de outubro), o Grêmio venceu o River Plate no Monumental de Nuñez por 1 a 0 no primeiro jogo da semifinal, mas acabou derrotado na partida de volta, em Porto Alegre.

Apesar de atravessar grande fase, o Flamengo, do técnico português Jorge Jesus, não é imbatível. Além disso, o rubro-negro vem de uma longa sequência de jogos com os titulares, e esse desgaste pode ser favorável ao Grêmio nesta quarta-feira. No Campeonato Brasileiro, o time carioca lidera com folga e tem uma mão na taça. São 10 pontos de vantagem para o segundo colocado Palmeiras.

O lendário estádio do Maracanã estará lotado esta noite para o jogo do ano no futebol brasileiro. São esperadas mais de 60 mil pessoas. Quatro mil gremistas devem lotar o espaço destinado à torcida do tricolor gaúcho.

Volante Michel deve ser o escolhido para substituir Luan nesta quarta-feira

Grêmio tem uma dúvida no meio-campo
O técnico Renato Portaluppi tem um grande problema para escalar o meio-campo gremista hoje à noite. Destaque do time no título da Libertadores de 2017, o meia-atacante Luan está fora da partida. Com dores no pé direito, o jogador até viajou com a delegação para o Rio de Janeiro, mas sua presença foi descartada pelo treinador na entrevista coletiva dessa terça-feira. “Essa novela Luan… Vou falar do Luan. Ele dificilmente ainda joga neste ano, está fora do jogo. Tem um problema sério, pode ser cirúrgico, o DM vai decidir com o atleta”, disse Portaluppi.

Luan já estava substituindo Jean Pyerre no setor. O jovem meia não atua há mais de um mês, mas está retornando de lesão muscular e deve ficar no banco de reservas no Maracanã. Sem os dois principais meio-campistas disponíveis, o técnico Renato Portaluppi tem três opções: escalar Michel e dar mais liberdade para Matheus Henrique e Maicon, promover a entrada de Thaciano para manter a estrutura tática ou recuar Diego Tardelli e escalar André como referência.

A tendência é que Michel seja o escolhido, até para reforçar a marcação contra uma equipe que gosta de propor o jogo e deve pressionar nos primeiros minutos da partida. Com isso, a provável escalação gremista para encarar o Flamengo tem Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique, Maicon, Alisson e Everton; Diego Tardelli.

O português Jorge Jesus também faz mistério em relação à escalação do Flamengo. O lateral-direito Rafinha, que sofreu uma fratura na face há 10 dias, deve atuar. No meio-campo, o uruguaio Arrascaeta, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo, sofrida no primeiro jogo contra o Grêmio, deve ficar como opção no banco de reservas. O provável time do Flamengo tem Diego Alves; Rafinha (Rodinei), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro, Vitinho e Bruno Henrique; Gabriel Barbosa.

Deixe seu comentário