Grêmio, do zagueiro Pedro Geromel, não pode mais perder pontos no Brasileirão. Foto: Lucas Uebel / divulgação Grêmio

O Grêmio busca um milagre nas três rodadas finais do Campeonato Brasileiro. Com apenas 36 pontos somados, o tricolor não depende apenas de si para permanecer na elite do futebol nacional. No entanto, para continuar vivo na disputa, o time gremista tem a obrigação de vencer o São Paulo nesta quinta-feira, às 20h, na Arena, pela 35ª rodada do Brasileirão.

A torcida do Grêmio foi liberada para voltar aos estádios depois de alguns jogos de punição, pela invasão após a partida contra o Palmeiras. Se o público será um “reforço” nesta reta final, por outro lado o técnico Vagner Mancini tem problemas para escalar o time nesta quinta-feira. Os laterais Vanderson e Bruno Cortez receberam o terceiro cartão amarelo na derrota para o Bahia, na última sexta-feira, e estão fora.

O experiente Rafinha foi punido pelo STJD com um jogo de suspensão – por xingar o trio de arbitragem na partida contra o Palmeiras – e também desfalca a equipe. Sem lateral-direito disponível, o treinador gremista terá que improvisar no setor ou alterar o esquema tático. Os zagueiros Ruan e Rodrigues, além do volante Sarará, são as alternativas, caso Mancini opte pela manutenção do esquema.

Na lateral-esquerda, Diogo Barbosa deve assumir o lugar de Cortez, já que Guilherme Guedes, outra opção para a posição, foi afastado na segunda-feira junto com outros seis atletas: Jean Pyerre, Paulo Miranda, Léo Gomes, Léo Pereira, Luiz Fernando e Everton. A direção e a comissão técnica tentam dar as últimas cartadas na luta contra o rebaixamento. De acordo com as probabilidades do site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o Grêmio possui apenas 4% de chances de permanecer na Série A. Muitos torcedores, inclusive, já admitem a queda. (MF)

Deixe seu comentário