Presidente Rodrigo Fetzner (à esquerda) e vice Alexandre Kerber (à direita) assumiram seus cargos em janeiro

Futebol forte e comunidade próxima ao clube são as prioridades da diretoria

Prestes a completar 60 anos de história, o Juventude de Brochier segue se reinventando como clube de futebol no cenário regional. A nova diretoria, encabeçada pelo presidente Rodrigo Fetzner e pelo vice Alexandre Kerber, busca resgatar a origem da instituição brochiense, aproximando a comunidade do clube e fortalecendo as equipes dentro das quatro linhas.

estádio, Juventude, Brochier, Olávio Fetzner, melhorias, clube
Estádio Olávio Fetzner vem recebendo melhorias desde o início deste ano

A gestão do biênio 2018/2019 vem trabalhando duro deste o primeiro dia do ano. Em janeiro, foi criado um quadro de sócios para o clube no valor mensal de R$ 20,00. Os associados têm ingressos gratuitos para os jogos no estádio Olávio Fetzner. “Através desses sócios, queremos que a família venha aproveitar o clube. Em março do ano que vem faremos um churrasco dos associados para aqueles que contribuem desde os primeiros quatro meses deste ano”, ressalta Alexandre.

A revitalização do clube é uma das principais metas da nova diretoria para este ano, especialmente a fachada do estádio. “Nosso projeto para este ano é revitalizar a fachada, dar uma visão diferente para quem chega. Temos muita coisa para fazer, mas vamos fazendo aos poucos. Estamos buscando parcerias para isso. Queremos colocar calçamento no estádio, instalar uma praça para a criançada, arrumar a sede e organizar o estacionamento. Precisamos ter essas metas para não perder o foco”, frisa Rodrigo.

Juventude, Brochier, taças, sede, futebol, clube
Juventude de Brochier coleciona inúmeras taças em sua sede

As mudanças têm como objetivo aproximar a população brochiense do clube. Em 2019, o Juventude completa seis décadas de existência, e a gestão atual vê o futuro com otimismo. “Queremos manter o futebol forte e investir na sede. O pessoal gosta de futebol, mas um time competitivo ajuda ainda mais na participação da comunidade. A gente quer que o público caminhe junto conosco, fazer com que as pessoas que se afastaram voltem ao clube”, acrescenta o presidente.

Com as metas traçadas para os dois anos de mandato, Rodrigo e Alexandre reforçam a importância da participação dos jovens no processo. “Desde 2009 temos ganhado muitos troféus. Atualmente, jogamos a Taça da Amizade e a Copa Certel. Uma das nossas prioridades é investir na base e valorizar os atletas da casa. Nos criamos dentro do clube. Queremos trazer os jovens. Se não tivermos os garotos, podemos parar de fazer futebol. A essência do clube é o futebol, mas não podemos deixar a sede de lado. As duas coisas funcionam juntas”, completa Rodrigo.

Deixe seu comentário