Desafio Pedal do Sesi inicia na próxima semana e terá quatro meses de duração, encerrando apenas no último dia do ano. Foto: divulgação

Uma das modalidades esportivas que mais cresce no Rio Grande do Sul nos últimos anos é o ciclismo. Em franca ascensão, o esporte atrai praticantes de diferentes idades e com diferentes objetivos. Enquanto alguns ciclistas preferem competir, outros gostam de pedalar por lazer e saúde, e também para conhecer lugares distintos. Pensando em tudo isso, o Sesi lançou o Desafio de Pedal Sesi, que inicia no dia 1° de setembro e se estende até 31 de dezembro.

São 2.000 vagas disponíveis para o evento, que deve mobilizar praticantes de todo o Estado. O desafio está dividido em quatro meses pelo fato de que, a cada mês, os participantes precisam cumprir uma determinada quilometragem. Em setembro, os inscritos devem pedalar 100 km. Em outubro, o objetivo é 200 km. Em novembro, 300 km. E no mês de dezembro, 400 km, totalizando 1000 km pedalados ao final do ano para quem completar o desafio.

O intuito do Sesi com a atividade é incentivar, além da prática de atividade física, os participantes a se superarem. Os ciclistas podem cumprir a quilometragem do desafio na rua, na academia ou até em casa. Para comprovar a realização do trajeto, os inscritos devem registrar o percurso em um aplicativo e enviar um “print da tela” do celular para a organização do evento.

Ao término de cada etapa, os participantes receberão uma medalha. Quem completar todo o desafio, receberá quatro medalhas, que formarão um mandala. As inscrições estão abertas e deve ser feitas diretamente no site www.sesirs.org.br/evento/desafio-pedal-sesi ou www.bikedosul.com.br. O período de inscrição vai até o dia 10 de cada mês da respectiva etapa. O valor da participação por etapa é de R$ 30,00. No entanto, para quem optar por se inscrever em todas as etapas, o valor é de R$ 80,00.
Dúvidas ou mais informações sobre o Desafio de Pedal Sesi podem ser esclarecidas pelo WhatsApp (51) 3347-8920. (MF)

Deixe seu comentário