Skate, Parque Centenário
Desfile de manobras no Parque Centenário foto: Arquivo pessoal/Felipe Cittó

Incentivo. Edição deste ano levou mais de 300 pessoas para o Centenário

Ainda que Montenegro sequer conte com uma pista em boas condições para a gurizada, o skate segue atraindo o interesse do pessoal mais novo e também de quem tem mais experiência no esporte radical. Prova disso é que mais de 300 pessoas passaram pela tarde quente de ontem na pista de skate do Parque Centenário para conferir o 3° La Firma Champ, promovido pela loja de artigos especializados no esporte, com o apoio da prefeitura municipal.

Jeferson Pinheiro, o Zoreia, é o dono da La Firma, uma das principais marcas que apóia e incentiva o esporte na cidade. Foi ele que trouxe alguns dos nomes mais conhecidos em atividade para o Centenário como forma de difundir o esporte no Vale do Caí e mostrar para os pequenos que há talentos em todas as regiões.

Amante do esporte, ele aproveitou que embora não seja mais um iniciante em termos de idade, o conhecimento sobre duas rodas segue em dia. Zoreia disse que chegou a ser surpreendido pelo interesse demonstrado pelas pessoas, que desde o começo da tarde começou a se aproximar da pista de skate, para conferir o talento dos participantes nas categorias estreante, iniciante e amador.

Ele saudou as benfeitorias feitas pela prefeitura nos últimos dias, responsável por corrigir as imperfeições da pista que poderia comprometer o sucesso do evento. O organizador destacou que a disputa trouxe para Montenegro competidores de cidades, como, por exemplo, Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Canoas e Igrejinha, entre outras.

Aliás, o atual campeão do Circuito Gaúcho de Skate, Alexandre da Silva, o Chaveirinho, foi um dos presentes na atração. No total, a organização premiou os três melhores em cada categoria. “Nós tivemos muitos atletas com nível bem alto. Um dos campeões, inclusive, é de Montenegro”, destacou o organizador.

Para Zoreia, a maior cidade do Vale do Caí tem condições de formar novos atletas e até, no futuro, fazer com que os praticantes se tornem atletas, a exemplo de pelo menos cinco que vivem apenas do esporte no Estado. “A cidade ainda carece de uma estrutura física melhor, mas temos muitos jovens valores por aqui”, pontua.

Skate, Parque Centenário
Público aproveitou domingo de sol para conferir talentos

Deixe seu comentário