Esperança, de Maratá, vai em busca da sua segunda vitória na competição regional. FOTO: Divulgação/Esperança

Futebol. Brochier e Esperança recebem Poço das Antas e Fluminense domingo

A Taça da Amizade entra neste domingo em sua terceira rodada. Líder da chave A e da classificação geral, o Juventude de Brochier recebe para duelos pelas categorias Aspirantes e Titulares o Poço das Antas, da cidade que dá nome ao clube. Já o Esperança, de Maratá, que ocupa a quarta posição na mesma chave do time brochiense e o quinto lugar geral, mede forças com o Fluminense, de Westfália, também na Aspirantes e na Titulares. Na categoria Aspirantes, Juventude e Esperança fazem campanha semelhante com um empate e um vitória cada. Os confrontos iniciam às 15h, com jogo do segundo quadro. Os jogos das equipes principais ocorrem às 17h.

Enquanto que o Estádio Olavo Fetzner passa por melhorias, o time titular do Juventude já mostra estar pronto. Com uma goleada na estreia a uma vitória fora de casa, a equipe apresenta a melhor defesa da competição, com apenas um gol sofrido. Na frente, o time brochiense conta com o goleador do campeonato, Maicon, com quatro gols, e o segundo melhor ataque da Taça da Amizade.

Estádio do Juventude está passando por melhorias para receber torcedor

“Nosso time, na verdade, é mais defensivo, mas está sendo competente nas oportunidades que aparecem”, observa o treinador Rodrigo Fetzner. Apesar de o adversário de domingo ainda não ter somado pontos na competição, o comandante do Juventude entende que a partida será complicada. “Eles têm um bom time e isso nos deixa atentos. Temos que repetir as boas atuações das primeiras partidas”, prega. “Em casa, temos que pensar em vitória”, complementa.

Vindo de uma vitória fora de casa contra o Riograndense, de Imigrante, o Esperança joga domingo em casa contra o Fluminense na busca pelo primeiro triunfo diante de seu torcedor. “Na primeira partida (em casa) ganhávamos de 2 a 0 e, aos 48 (do segundo tempo), levamos o empate em bola parada”, lamenta o treinador Alcides Azevedo da Silva.

“São os mínimos detalhes que fazem a diferença, por isso precisamos estar atentos”, ressalta. O técnico, que avalia o campeonato como bem nivelado, também espera ser feliz diante da sua torcida com sua equipe fazendo uma boa atuação. “Dentro de casa precisamos prevalecer”, reforça.

A terceira rodada é a antepenúltima da fase classificatória, onde as 10 equipes participantes foram divididas em duas chaves. Os times de um grupo jogam contra os do outros e classificam-se para o mata-mata os oito melhores clubes.

Deixe seu comentário