Rafael teve a companhia do filho na 18ª subida do desafio. Foto: arquivo pessoal

Com as competições estaduais e nacionais suspensas devido à pandemia do novo coronavírus, alguns ciclistas estão buscando alternativas e desafios individuais para não perder o ritmo neste período. Nos últimos dias, o pareciense Rafael Rosa completou o dificílimo Desafio Everesting, que consiste em subir a altitude do Monte Everest (8.848 metros) em uma única subida.

O ciclista da região realizou o desafio no Morro da Manteiga, em Tupandi. Foram 33 subidas e mais um trecho completos. “Para quem conhece esse local, sabe que subir uma vez já é um desafio, com suas rampas de inclinação máxima beirando os 30% em alguns pontos”, destacou Rafael.

Na última semana, a Federação Gaúcha de Ciclismo (FGC) criou um desafio virtual da modalidade, com uma espécie de premiação para os três ciclistas (masculino e feminino) que percorressem a maior quilometragem e a maior altimetria acumulada. O experiente e competitivo Rafael Rosa foi o atleta gaúcho com a maior altimetria do período – de 3 a 9 de agosto.

Deixe seu comentário