José Rodrigo Pires (4º lugar), Silvio Gerhard (2º lugar), Eduardo Pletsch (3º lugar) e Eduardo Bragaglia (1º lugar)

Evento realizado no Riograndense reuniu 32 atletas mesmo com o mau tempo

O sábado chuvoso e a lama nos gramados não foram o suficiente para impedir aqueles que sempre tiveram o sonho de serem goleiros. Organizado pela Poker, em parceria com o Sesc Montenegro, o evento Gol a Gol atraiu 32 atletas no clube Riograndense, buscando promover a categoria diferente e o lazer dos montenegrinos.

A competição inédita na cidade trouxe goleiros de todo o Brasil e contou com a narração do comunicador Paulo Brito nos jogos finais da disputa. Ele comentou sobre o fortalecimento à união que o esporte proporciona. “Eu achei sensacional esse evento, incentiva os goleiros a baterem bem na bola, o que é muito importante no futebol”, coloca.

O prefeito Kadu Müller foi um dos participantes da competição

Outra presença que chamou atenção nos campos foi a do prefeito de Montenegro, Carlos Eduardo Müller, o Kadu, um dos 32 participantes inscritos no torneio. Kadu chamou atenção à natureza incomum da competição da categoria e sobre a sua importância para a cidade. “Primeira vez que vejo um torneio de gol a gol. É uma grande iniciativa da Poker, que é referência no que faz. Acaba influenciando o esporte no município”, aponta.

Apesar do clima amistoso que o evento carregava, ainda era uma competição com um título sendo disputado. Após disputas durante todo o dia, o atleta campeão foi o porto-alegrense Eduardo Bragaglia, que bateu Silvio Gerhard na final. O terceiro colocado foi Eduardo Pletsch, e em quarto lugar ficou José Rodrigo Pires. Os quatro “goleiros artilheiros” conquistaram troféus pelo desempenho.

Deixe seu comentário