Capela Wolves treina todos os domingos no campo da associação dos moradores do bairro Imigrantes

Primeiro time da região busca recursos para participar do estadual em 2018

Pouco conhecido e menos ainda praticado no Vale do Caí, o futebol americano é um esporte em evolução na comunidade do bairro Imigrantes, em Capela de Santana. Desde o primeiro dia de dezembro do ano passado, alguns fãs da modalidade se reuniram e deram início a um projeto que pretende levar o nome do município para todo o Estado em poucos meses, por meio do esporte.

O Capela Wolves surgiu através da ideia dos amigos Néviton Fritzen, Josué Guterres e Douglas Selbach, que se organizaram e conseguiram reunir 32 jogadores na primeira seletiva, no final do ano passado. Coordenador do grupo e um dos atletas da equipe, Néviton, 25 anos, lembra que teve a ideia de criar uma equipe no Vale do Caí quando mais novo, mas acabou não concretizando. “Tínhamos essa ideia desde 2008, mas não a colocávamos em prática.”

Neste ano, a equipe perdeu boa parte dos atletas por diversos motivos, mas principalmente pelo início de uma gincana, que deixou o Capela Wolves com somente 15 jogadores. Com incentivo da Prefeitura de Capela de Santana, o time vem treinando uma vez por semana (sempre aos domingos, a partir das 15h30min), no campo da associação dos moradores do bairro Imigrantes.

Agora, a equipe busca recursos para criar seu centro de treinamento justamente no local onde são realizados os treinos. “A Prefeitura abriu as portas para fazermos nosso CT ali”, destaca o coordenador. A base dos treinamentos da equipe é a preparação física, comandada pela preparadora Pricila Mendes. Nos treinos, o time trabalha também o posicionamento, o combate, a corrida e o lançamento. “Ainda acompanhamos o desenvolvimento do atleta durante a semana”, acrescenta Néviton.

O primeiro teste do Capela Wolves está marcado para o dia 27 de agosto, em Tapejara. No noroeste gaúcho, o único time de futebol americano do Vale do Caí fará sua estreia oficial, em um amistoso contra o Tapejara Dragons. Para o próximo ano, os membros da equipe sonham alto. “Pensamos em disputar o Campeonato Gaúcho No Pads (sem equipamentos) em 2018, mas precisamos de recursos para isso. Em 2019 ou 2020, queremos entrar no estadual Full Pads (com equipamentos)”, salienta Néviton.

Atualmente, o Capela Wolves é patrocinado por Senda – Sistema de Engenharia de Dados, Mustang Barbearia e Neorubber Indústria de Sandálias Ltda. Porém, para participar de grandes campeonatos, é necessário mais. O coordenador ressalta ainda que, além de apoiadores, a equipe também busca jogadores para disputar amistosos e competições, já que um grupo no futebol americano é formado por pelo menos 22 atletas. “Dos 16 aos 90 anos, de qualquer porte físico, pode entrar na equipe. A experiência se adquire com treinamento. A quem quiser contribuir, seremos muito gratos”, finaliza.

Saiba mais sobre o futebol americano
O futebol americano é um esporte jogado por dois times com 11 jogadores em campo cada um. O time que tem a posse de bola é chamado de time de ataque (ofensivo) e a sua intenção é avançar pelo campo através de corridas ou passes até cruzar a linha de gol e chegar a uma área chamada end zone (zona final).

O time adversário é chamado de time de defesa (defensivo) e tenta parar o time de ataque e retomar a posse de bola. Quando a equipe de ataque marca pontos ou perde a posse de bola, os times invertem os papéis. O time A, por exemplo, se estiver com o time ofensivo em campo e perde a posse de bola, entra na próxima jogada com o time defensivo, e assim por diante até o final dos quatro quartos.

O campo tem dimensões oficiais de 100 jardas de longitude e 53 jardas de largura (uma jarda tem 91,44 cms). Linhas brancas demarcam o campo de 10 em 10 jardas para melhor visualização de todos. Marcas menores delimitam o campo em uma jarda. Existe no final de cada campo uma área adicional chamada de “end zone”, que possui 10 jardas cada. Um time marca pontos quando atravessa a end zone correndo com a bola ou quando alguém recebe a bola dentro dela.

A principal pontuação do jogo é o touchdown (TD), que vale seis pontos. Isso acontece, em maioria, quando o jogador com a posse de bola passa pela linha de gol e chega à end zone, ou quando o jogador recebe a bola dentro da end zone com os dois pés dentro de campo. Após o touchdown, existe uma jogada bônus, em que geralmente o time chuta de uma determinada área (Field goal), valendo um ponto.


Deixe seu comentário