Atletas tiveram um momento de integração na entrega da doação

Em uma ação solidária organizada pela Academia Guetho Jiu Jitsu Montenegro, foram entregues, na noite dessa quarta-feira, 21, dezenas de mantimentos para o Projeto Gaditas, de Porto Alegre. O projeto defende o mesmo escudo que a academia da cidade, e tem como principal objetivo salvar vidas através do Jiu-Jitsu.

Mais de 40 pessoas se envolveram na campanha organizada pelos irmãos e mestres, Eduardo Campos e Adriano Chagas. Em apenas uma semana e meia foram arrecadadas 25 caixas de leite, 30kg de alimentos, cerca de 30 pares de sapatos, além de produtos de limpeza e muito mais.

A entrega dos materiais arrecadados contou com a presença do faixa-preta Eduardo Oliveira, que comanda o Projeto Social Gaditas, jovens do projeto e alunos da academia Guetho Montenegro, que tiveram um momento de integração no tatame. O projeto além de ensinar o esporte tem outra missão: transformar vidas com o Jiu-Jitsu. Atualmente 17 crianças moram no alojamento do projeto Gaditas em Porto Alegre.

“Imagina uma criançada treinando Jiu-Jitsu, que é um treino que desgasta bastante. Isso vai ajudar bastante eles”, fala o mestre Eduardo Campos. Segundo ele, a ideia da campanha surgiu em uma conversa de vestiário com o irmão. “Eu e o meu irmão e mestre, Adriano, estávamos em uma conversa no vestiário e surgiu a ideia de fazer uma campanha de doação. No outro dia eu estava no mercado e comprei uma caixa de leite a mais, e tinha uns tênis sobrando, eu tirei uma foto daquilo e lancei a ideia no grupo e a partir daí teve bastante adesão” conta ele.

Adriano Chagas, relata que a Guetho Jiu Jitsu Montenegrojá está há 12 anos atuando com crianças e adultos. “Nós temos a oportunidade de ensinar para as crianças uma maneira de elas caminharem de uma forma segura pela sociedade, embutindo valores de caráter e boa conduta, no fim isso é Jiu-Jitsu”, diz o mestre.

Deixe seu comentário