Lilinho, abraçado pelos companheiros, marcou o único gol do jogo e depois foi expulso em confusão

Futebol. Equipe bateu o São Pedro por 1 a 0 na decisão do último domingo

Montenegro voltou a ter, no último domingo, dia 28, um campeão municipal de futebol depois de muito tempo. A honra de erguer a taça na categoria Força Livre foi conquistada com muito suor pelo 21 de Julho, que bateu o São Pedro na decisão ocorrida no gramado do Serrano, em Costa da Serra. Na categoria Veterano, o título foi conquistado pelo São Pedro, que goleou o Real Madrid da Firma durante a manhã.

O duelo decisivo da Força Livre colocou frente a frente o até então invicto São Pedro e o 21 de Julho, que tinha apenas uma derrota na competição até a decisão – revés ocorrido justamente contra o adversário da final. Assim, como era de se esperar, o jogo começou com muita disputa pela bola e tentativas ao gol quando havia a oportunidade.

E não demorou a uma das equipes mostrar perigo. Aos 13 minutos, Cleiton recebeu na entrada da área, livrou-se do seu marcador e bateu colocado. Andinho voou para impedir que o São Pedro abrisse o placar. O susto fez o 21 de Julho entrar na partida e começar a pressionar o adversário, mas sem capricho nas finalizações. Após um período de pressão do 21 de Julho, o São Pedro passou a equilibrar as ações. No entanto, nenhuma equipe abriu o placar nos primeiros 45 minutos.

Na segunda etapa, o jogo começou mais truncado, com jogadores dos dois times sendo amarelados e pausa para atendimento de atletas. Até que, aos 16 minutos, Ian e Lilinho entraram no 21 de Julho nas vagas de Zu e Edilsinho. Um minuto depois de entrar, Ian recebeu na frente da área, limpou e bateu para grande defesa de Gordo. Passaram-se mais dois minutos e, aos 19, foi a vez de Lilinho ter a sua chance e não desperdiçar: o camisa 9 do 21 de Julho abriu o placar após saída de bola errada do São Pedro em cobrança de tiro de meta.

Atrás no placar, o São Pedro partiu para cima do adversário e parou repetidas vezes nas mãos de Andinho. O goleiro do 21 de Julho fez defesas cruciais, numa delas defendeu no canto chute de Poio, noutra Ronaldo escorou de cabeça para, dentro da pequena área e livre, Lelinho igualar o placar, mas Andinho fez espetacular defesa em cima da linha.

Aos 36 minutos, o clima esquentou numa disputa de bola entre Lilinho e o capitão do São Pedro, Altair. A confusão que se seguiu resultou na expulsão do camisa 9 do 21 de Julho e também do zagueiro Zulu, do São Pedro. A partir de então, enquanto que o 21 de Julho buscou se fortalecer defensivamente, o São Pedro partiu com tudo ao ataque.

No entanto, apesar do apoio de sua torcida – que cantou alto no campo do Serrano – e das diversas tentativas criadas – com uma segunda chance de gol perdida dentro da pequena área já nos minutos finais dos acréscimos –, o São Pedro não conseguiu reverter o placar e sofreu, no jogo que valia a taça, sua única derrota no Campeonato Municipal de Futebol. E, aos gritos de “ão, ão, ão 21 é campeão”, atletas, comissão técnica e torcedores do 21 de Julho celebraram o título.
Campanha

Equipe campeã da categoria Força Livre teve em seu plantel o artilheiro do campeonato, o Julinho, e também contou com a defesa menos vazada

inquestionável do campeão
Com apenas um percalço durante a competição, o 21 de Julho construiu uma trajetória impecável na edição de retomada do Campeonato Municipal. A equipe estreou vencendo o Municipal/Finta de Craque por 2 a 1, em duelo equilibrado. Depois, goleou o Renner por 5 a 2, aplicou incríveis 9 a 1 no Sete de Setembro e ainda venceu o Serrano, sendo derrotdo apenas pelo São Pedro (por 3 a 2) na primeira etapa do certame.

Na semifinal, o 21 de Julho enfrentou o Finta de Craque, seu primeiro adversário no torneio. Com atuação sólida da defesa e eficiente do ataque, a equipe garantiu vaga na decisão com uma vitória por 2 a 0. A coroação da grande campanha veio no último domingo, derrubando o invicto São Pedro e levantando a taça do Municipal. O 21 de Julho terminou com o melhor ataque, tendo marcado 21 gols, e a melhor defesa, com apenas seis gols sofridos. Além disso, o time campeão teve também o artilheiro: Julinho Machado, com 11 gols.

Andinho foi herói do 21 de Julho
Para manter a vantagem mínima, o 21 de Julho contou com uma atuação espetacular de seu goleiro. A tarde parecia que não começaria bem para Andinho. Ainda na primeira metade do primeiro tempo, sua luva rasgou e ele precisou apelar para a luva do goleiro reserva. A mudança, no entanto, não atrapalhou sua fundamental atuação para garantir o título da sua equipe.

Andinho, de laranja, foi fundamental para o título do 21 de Julho nesse domingo

“Foi um jogo bonito, parelho. A gente teve desfalques, mas a vontade foi maior”, comentou o goleiro. Andinho ressaltou ainda a qualidade dos dois times e parabenizou o adversário. “É complicado (segurar o jogo no final), mas é normal a pressão. Deu para segurar”, celebrou. O atleta elogiou, ainda, a organização do campeonato.

Capitão do São Pedro, Altair também viu na final um jogo parelho – e que foi decidido no detalhe. “Eles (21 de Julho) fizeram na chance que tiveram. A bola deles entrou e a nossa não”, lamentou. O meio-campista também elogiou a realização da competição.

Título do São Pedro no Veterano
Disputada durante a manhã, a final da categoria Veterano do Campeonato Municipal teve goleada: 6 a 1 do São Pedro sobre o Real Madrid da Firma. Fábio Andrioli e Fernando, duas vezes cada, e Júlio César da Motta e Sorriso, uma vez cada, emplacaram os seis gols do time campeão. Já o gol de honra do Real Madrid da Firma foi marcado por David.

Presidente do clube campeão da categoria e vice-campeão na Força Livre, Neni destacou a história recente da Sociedade São Pedro. “A história do São Pedro é de uma grande crescente depois de 15 anos parado”, afirmou. Além de parabenizar os atletas, Neni fez questão de agradecer ao apoio da torcida e demais integrantes da sociedade.

São Pedro foi campeão da categoria Veterano ao golear o Real Madrid da Firma. FOTO: Prefeitura de Montenegro

Deixe seu comentário