Quero ser vereadora em Montenegro porque respiro política desde a adolescência e existem momentos em que precisamos tomar decisões corajosas. Então resolvi aceitar o convite para me colocar à disposição neste pleito. O motivo principal é que, como a maioria dos eleitores, eu cansei!

É triste ver que, durante todo este tempo em que deixamos a cidade nas mãos dos “políticos profissionais”, não tivemos retorno social e econômico, bem pelo contrário, vimos os montenegrinos perderem a esperança de dias melhores, perdendo nosso orgulho. Então, como não sou uma pessoa que fica reclamando por reclamar e não contribui com soluções, resolvi sim trazer minhas ideias e propostas aos meus conterrâneos.

Quero contribuir trazendo minha experiência como professora, como geógrafa e como profissional que trabalha diretamente com elaboração de projetos sociais e socioambientais para ajudar minha cidade a voltar a crescer, a sorrir. Não podemos deixar nossa cidade abandonada desta forma, não podemos continuar reféns de estrangeiros e populistas. Os montenegrinos merecem mais, merecem pessoas que entendam que a política se faz para todos e que não há mais espaço para o voto de cabresto e balcão de negócios. Precisamos de investimento sério, incentivo aos pequenos empresários e comerciantes que já estão sofrendo os impactos seríssimos da pandemia.

Precisamos de inovação, acredito na geotecnologia como aliada e uma chave para o desenvolvimento, tomada de decisão e redução de custos na máquina pública. Acredito que tenho muito a contribuir com a cidade, com o meio ambiente e com as pessoas.

Aline Rosa

Deixe seu comentário