Percival de Oliveira Republicanos, PDT, PSL, Cidadania

O primeiro passo para evitar qualquer ato de corrupção na Administração é ter respeito pelos recursos públicos. Quando ocupamos um cargo assim, não estamos lidando com dinheiro privado, são recursos da cidade, impostos pagos pelos cidadãos, verbas que chegam com um foco definido. Nosso cuidado com os recursos dos montenegrinos será total.

Uma administração séria e honesta começa por uma campanha eleitoral construída também dessa forma. E assim tem sido nosso caminho: sem promessas ou acordos que nos comprometam no mandato. Quem está conosco é porque acredita no projeto e entende que sou o mais preparado para governar Montenegro. Não há empresários financiando nossa campanha, estamos usando apenas os valores recebidos do fundo eleitoral. Não há favores para serem pagos nos próximos quatro anos.

Outra ação importante é montar uma equipe responsável e ética. Após a eleição, vamos sentar e analisar todos os nomes disponíveis. Veremos quem são as pessoas mais preparadas para ocupar cada pasta e função dentro do Governo. Eles serão os olhos do prefeito naquele espaço, naquela secretaria, com atenção aos detalhes para que nada passe despercebido. E também serão penalizados caso haja qualquer indício de irregularidade.

Ao assumirmos a Prefeitura, faremos também uma análise criteriosa das finanças, dos recursos disponíveis e das pendências. Assim, será possível diagnosticar qualquer processo que não esteja de acordo com o nosso pensamento. Deixaremos também todos os nossos passos transparentes para que a comunidade, a Câmara e os demais órgãos de fiscalização acompanhem todos os detalhes.

Pessoas eleitas, CCs ou funcionários de carreira estão na Poder Público prestando serviço à comunidade, somos funcionários do cidadão. Não podemos admitir que ninguém tire proveito da estrutura pública para beneficiamento pessoal.

Percival de Oliveira – Republicanos, PDT, PSL, Cidadania

Deixe seu comentário