A Matemática não permite malabarismos. Para investir mais e atender aos nossos compromissos – não simples promessas – de campanha, atuaremos em duas frentes. De um lado, com gestão competente e muito diálogo com os servidores. De outro, buscando investidores e recursos em Brasília.

Na NOVA Montenegro, haverá redução do número de Cargos de Confiança e os que restarem deixarão de ser preenchidos com base apenas em interesses políticos. Nas chefias, serão aproveitados servidores, valorizando seu conhecimento e experiência. Terão a estrutura necessária para alavancar os projetos. Eu e o Cristiano vamos acompanhar pessoalmente o desempenho dos diferentes setores, sobretudo aqueles que lidam diretamente com o público, para tornar a máquina mais ágil e eficiente. Nossa ideia é fazer a Prefeitura deixar de ser APENAS a maior “empresa” de Montenegro.

Nosso programa contempla o fortalecimento de iniciativas que já estão em andamento, como o Polo de Química e as agroindústrias, assim como ocupar os lotes ainda disponíveis no Distrito Industrial. Com políticas claras e agudas, queremos ampliar o potencial existente na cidade na área de tecnologia, um segmento esquecido pelo Poder Público.

Contudo, nossa preocupação vai além. Queremos que Montenegro tenha um crescimento orgânico, estimulando a ampliação dos pequenos e grandes empreendedores que já estão aqui, também no comércio e na prestação de serviços, aqueles cujo faturamento fica e faz a economia girar. Vamos trabalhar fortemente para fornecedores locais se aproximarem do Poder Público, obviamente, dentro dos limites da lei, para que possamos adquirir das empresas locais o que a Prefeitura precisa, gerando empregos e retorno em impostos.

Todas estas ações serão complementadas por articulações em Brasília, apresentando projetos viáveis e inovadores, visando à conquista de recursos da União, principalmente, na área de infraestrutura. A nova Montenegro será a soma destes esforços, temperada por lucidez e ética no trato dos recursos públicos. Queremos a chance de mostrar que é possível fazer mais e melhor.

Gustavo Zanatta – PTB, MDB, PRTB, DEM

Deixe seu comentário