Após 18 dias internado, Leandro Fribel venceu a Covid-19 Foto: Divulgação/HM

Nesta terça-feira, 7, uma boa notícia veio do Hospital Montenegro 100% SUS. Após 18 dias internado, o paciente Leandro Rudinei Santos Fribel recebeu alta, vencendo uma grande batalha contra a Covid-19.

Durante o período, ele recebeu cuidados de toda a equipe multidisciplinar, passando por atendimento na Emergência, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Internação Covid-19. A gerente de enfermagem do HM, Mirian dos Santos, afirma que o momento foi emocionante a toda a equipe da casa de saúde. “Essa foi uma grande vitória para todos nós do HM e também para a comunidade, que vem contribuindo com diversas doações e palavras positivas”.

Região chega aos 841 casos de Covid-19

Nessa terça, foram confirmados novos casos em Maratá, São José do Hotêncio, São Pedro da Serra, Triunfo e Pareci Novo. A região acumula, agora, nove óbitos, sendo em Montenegro (3), São Sebastião do Caí (2), Harmonia (2), Triunfo (1) e Portão (1). São 841 casos acumulados, sendo que, destes, 487 são considerados curados.

Além disso, a secretaria de Saúde de Montenegro confirmou, na tarde desta terça-feira, 7, o terceiro óbito pelo novo coronavírus. Trata-se de uma mulher de 41 anos que estava internada na UTI em Porto Alegre. Não foram divulgados mais dados, como o motivo da internação ou se a paciente tinha outras comorbidades. O primeiro óbito na cidade ocorreu em 14 de maio. O segundo foi em 29 de junho.

O município apresenta 230 casos positivos no acumulado, sendo 135 casos recuperados, 92 em recuperação e 03 óbitos. Vale ressaltar que a faixa etária mais atingida pelo novo Coronavírus, em Montenegro são adultos de 20 a 39 anos. Outro dado importante é o número de crianças contaminadas: são 19 casos positivos entre 0 a 9 anos de idade.

O Rio Grande do Sul chegou a 793 mortes e 33.800 casos confirmados nessa terça-feira, 7. Segundo o boletim divulgado da Secretaria Estadual da Saúde nas últimas 24 horas, foram 1.484 novos pacientes infectados e 34 óbitos, o índice mais alto desde o começo da pandemia. A taxa de recuperados é de 83%, o que equivale 28.088.

 

Deixe seu comentário