Reajuste tarifário impacta as linhas intermunicipais metropolitanas

A Viação Montenegro S/A (Vimsa) recebeu um ofício da Metroplan referente à possibilidade de postergar o reajuste nas tarifas de ônibus para as linhas intermunicipais metropolitanas, previsto para vigorar a partir de 1° de outubro. No comunicado, a Metroplan afirma que está analisando os requerimentos protocolados em 25 de setembro de 2020 pelo SETERGS e SINDETRI, que solicitaram o adiamento da data de implementação do reajuste tarifário de 2020, postergando a entrada em vigor para o dia 1° de novembro.

Com unanimidade de votos, o Conselho Superior da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (AGERGS) decidiu que o reajuste tarifário do Transporte Intermunicipal de Passageiros da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) será de 2,6640%. Com isso, a Metroplan encaminhou pedido de manifestação à Procuradoria Geral do Estado, para verificar a possibilidade de postergar por mais 30 dias.

Assim que a Metroplan tiver uma definição quanto ao pleito, fará uma nova comunicação aos operadores do Sistema. A Vimsa aguarda a decisão. A iniciativa, em consentimento com os operadores do Sistema Metropolitano, se dá pelo fato da lenta retomada da demanda, que chegou nesta semana ao patamar de 52% em relação ao período antes da pandemia do novo coronavírus. A referida postergação não terá reflexo de aumento da tarifa.

Deixe seu comentário