Lazer. Ideia é liberar duas quadras da rua Álvaro de Moraes apenas para pedestres nas tardes de sábado e domingo

vereador Felipe Kinn da Silva, autor do pedido enviado para o Executivo

O vereador Felipe Kinn da Silva (PMDB) fez um pedido ao Executivo para atrair um maior número de moradores da cidade para o Porto das Laranjeiras. A intenção é fechar duas quadras da rua Álvaro de Moraes, entre a João Pessoa e a Assis Brasil, aos fins de semana. Segundo o vereador a estratégia é para que a comunidade desfrute com maior comodidade um dos cartões postais da cidade. “Muitos moradores vieram me procurar e a questão é ter um local onde as famílias possam se encontrar. As crianças, fazer atividades físicas. Então é um cartão postal, temos que reativar para esses fins”, justifica Felipe.

A sugestão elaborada pelo vereador sugere o fechamento nas tardes de sábados e domingos, das 14h às 22h, mas estes períodos poderiam ser avaliados pela Prefeitura. “Estamos iniciando esse processo. A ideia é de que ao menos no domingo isso seja feito. Cremos que não vai prejudicar o trânsito”, destaca o legislador.

A proposta ainda visa a geração de emprego e renda a pequenos comerciantes que poderiam se estabelecer na região. “Porto Alegre tem a beira do rio Guaíba como atrativo para atividades aos fins de semana. Com certeza, podem vir passear aqui moradores da região, os quais fariam uso de restaurantes, por exemplo”, pondera o veredor.

Outro efeito que essa medida pode ter é sobre uma das maiores preocupações de quem mora naquela área, o som alto dos carros, uma vez que o trânsito estaria interrompido. “Esse é mais um ponto: o fechamento poderá inibir esse tipo de problema, porque haveria maior policiamento na região, uma vez que haveria intensificação das atividades nessa região”, projeta o vereador.

Roger da Silva acredita que o meio ambiente deve ser preservado

Expectativas da comunidade
Morador da região do Cais, Roger Fernando da Silva aprecia a ideia, desde que mantenham também a limpeza no local. “É bom pra caminhar, fazer um exercício, tomar chimarrão. Também reduz um pouco o som alto. O importante é manter o local sem sujeira, e livres os acessos para pescar”, argumenta.

Alex Leoti aprecia o som dos carros nos fins de semana

Também morador da beira do Rio, Alex Leoti tem algumas restrições à proposta. “Não é uma ideia ruim. Mas e o trânsito, como fica? Gosto do som dos carros, de ver esse pessoal por aqui conversando e ouvindo música, isso pode acabar”, aponta.

morador do porto, Gilnei Fritz aponta que o trânsito pode ser prejudicado

O servidor público Gilnei Fritz, que também mora nas cercanias do porto, tem preocupações quanto à passagem de veículos, mas acredita que a medida teria pouco efeito para evitar o som excessivo dos carros nos fins de semana. “Acredito que pode atrapalhar o trânsito. Problema por aqui é o som elevado, o que é proibido, mas eles não obedecem. Acho que esse problema vai continuar”, finaliza.

O diretor de Trânsito do Município, Alex Sandro da Silva, afirma que só se manifestará oficialmente sobre a pauta, assim que o pedido chegar às suas mãos, o que deverá ocorrer ao longo desta semana.

Zanatta fez pedidos
O fechamento da Rua Álvaro de Moraes para o trânsito de veículos aos finais de semana não é propriamente uma ideia nova. Na legislatura anterior, o vereador Gustavo Zanatta (PP) fez a solicitação duas vezes. A primeira foi em 2015, na gestão do ex-prefeito Paulo Azeredo, e a segunda no ano passado, quando Luiz Américo Aldana já respondia pelo Executivo Municipal. Os pedidos não foram atendidos na época.

Deixe seu comentário