Chevrolet coloca S-10 e Montana na categoria trabalho e oferece condições especiais

Vantagens. Agricultores dispõem de programas com isenção de taxas ou parcelas semestrais

Fechando a safra de citros 2019, é hora de o agricultor pensar em investir em melhorias técnicas, ou simplesmente no justo conforto da família. E o setor tem o carinho do mercado automotivo, que oferece a aquisição de camionetes, pick-ups e carros com benefícios exclusivos. Estão disponíveis programas de governo que subsidiam juros via bancos privados, bem como programas oferecidos pelas próprias montadoras ou aquelas concessionárias que possuem seus bancos de financiamento.

Igor Castilhos, gerente da GM Sinoscar em Montenegro, assinala linhas específicas ao trabalhador do campo. “A Chevrolet considera o produtor rural um cliente especial, concedendo descontos direto de fábrica que podem chegar à 26%, e financiando até 100%”, diz, referindo-se ao Mais Alimentos. Através delas, além de subsídios da União, há prazos de pagamento condizentes com o período em que entrar o dinheiro de cada colheita.

Outro exemplo vem da representante Ford no Vale do Caí. Leandro Morsh Gallas, gerente de vendas da Brenner Veículos, aponta para desconto no preço através de programa oficial da montadora. Nele, por exemplo, uma Ford Ranger pode ter abatimento de até R$ 34.000,00. O mesmo é alcançado por motoristas profissionais, mas que dependerá de qual categoria se enquadra, com descontos que podem chegar a 14%.

“Quanto ao financiamento, contamos com taxa zero para agricultores e motoristas, e no caso específico da Ford Ranger, para agricultores oferecemos planos de financiamento semestrais”, informa. Neste sistema sazonal, as parcelas têm vencimento a cada seis meses, com prazo de três anos, conhecido popularmente como Plano Safra, mas unicamente para comprar a pick-up Ranger.

Na Ford, Plano Safra é apenas para a pick-up Ranger. Ele combina fluxo das prestações semestrais com o recebimento dos lucros das colheitas

Agricultor poderá pagar apenas uma prestação por ano
A Chevrolet também trabalha com sistema sazonal, chamado Plano Fazendeiro, onde o valor do veículo é dividido em até 10 prestações e prazo de pagamento em cinco anos. Mas o comprador deve estar ciente que, no sazonal, as prestações semestrais são mais altas do que as convencionais. Igor Castilhos reforça que a ideia é o cliente poder aproveitar a entrada dos recursos após cada colheita. Na Sinoscar, a sazonal de pagamento pode ser ainda de três em três meses ou até de uma por ano.

Importante é salientar que o Plano Fazendeiro enquadra apenas linha de picapes. Para outros veículos, existe financiamento por bancos externos ou subsidiado pelo governo com descontos que podem alcançar 28%, com juros entre 4% e 6% ao ano sobre preço de nota. A concessionária atende ainda por sua Sinosserra Financeira ou pela montadora no Banco GMAC.

O que o agricultor precisar fazer é procurar a concessionária de sua marca preferida e se informar a respeito das vantagens disponíveis, seja por suas financeiras ou bancos privados. “A gente trabalha como um consultor dele para encontrar a melhor condição”, destaca Igor.

Todos os modelos se enquadram em benefício. Agricultor deve consultar as lojas

Concessionárias mais vantajosas do que bancos
E realmente o negócio com as redes e empresas é um caminho interessante. Na Brenner, por exemplo, a própria Ford oferece taxa zero ou a partir de 0,99% no Plano Safra (semestral). “Oferecemos planos bem mais acessíveis que o mercado bancário”, garante Gallas. Novamente, o gerente assinala exclusividade para a pick-up Ford Ranger.

Ele afirma que financiamento sem entrada é possível, mas vai depender da análise de crédito da financeira e da capacidade de pagamento do cliente. Qualquer veículo disponível no portfolio da Ford Brenner pode ser vendido a agricultores e motoristas com vantagens especiais, a não ser a divisão da conta em pagamentos semestrais. Para obter benefícios, basta informar que possuí talão de produtor rural ou é produtor agropecuário com uso do CNPJ.

Deixe seu comentário