Foto: Divulgação Unimed Vale do Caí

Também devido ao alto índice de ocupação dos leitos, o Hospital Unimed Vale do Caí suspendeu, por tempo indeterminado, os atendimentos particulares na instituição. Desse modo, todos clientes Unimed e de demais convênios continuam com o seu atendimento normal, entretanto aqueles que não possuem convênio não terão acesso aos serviços.

Segundo o painel de leitos da Secretaria Estadual de Saúde, até o final da tarde desta terça-feira, 16, a Unimed estava com 140% de ocupação nos leitos em UTI, ou seja, dos 10 disponíveis haviam 14 pessoas precisando. Dessas, 13 são confirmadas com a Covid-19. Além disso, nos leitos de fora de UTI há quase o dobro de pessoas precisando do serviço do que leitos disponíveis. Eram 42 pessoas para apenas 23 leitos disponíveis.

De acordo com o diretor Técnico do HUVC, Dr. Cacio Wietzycoski, o hospital informa o número de quartos disponíveis, mas esses quartos, que são privativos, podem ser transformados em semi/privativo e acomodarem dois pacientes. “Essa logística de leitos é muito dinâmica, conforme a demanda de pacientes. Quando eventualmente existe algum paciente aguardando leito no PA, é por questão de liberação do plano ou logística de internação, não por falta de leito”, explica.

Ainda segundo o médico, a instituição vem experimentando um aumento substancial da procura por atendimentos no Pronto Atendimento e de consequentes internações. “Sendo assim, para garantir os atendimentos com segurança e qualidade para os clientes de planos de saúde Unimed e demais planos com os quais o nosso Hospital tem contrato de atendimento, foi decidido suspender os atendimentos particulares no P.A. até que a demanda de pacientes de plano de saúde se estabilize para que não ultrapassemos a nossa capacidade instalada”, conclui.

Deixe seu comentário