Organizadores passaram final de semana trabalhando no trajeto de 60 quilômetros pelo interior do município fotos: Arquivo Pessoal/Matheus Neis

Passeio da Esperança. Evento, no domingo, terá valor arrecadado revertido para famílias vítimas do temporal

Centenas de trilheiros irão se reunir em Maratá no próximo domingo, dia 18, para auxiliar as vítimas do temporal que deixou um rastro de destruição nas localidades de Esperança e Boa Esperança. O Passeio da Esperança, organizado pelo Doguinhos Jeep Motoclube, de Brochier, e Trilheiros Sem Noção, de Maratá, terá todo o valor arrecadado com as inscrições destinado para as vítimas da tempestade. A promoção conta com o apoio da Prefeitura de Maratá e do MSM Brindes e ocorre mesmo com chuva.

A trilha tem sua largada marcada para as 8h30min, da Sociedade Cultural Esperança. A inscrição é feita na hora e custa R$ 60,00. Estão inclusos café da manhã, almoço e medalha. De acordo com o presidente do Doguinhos, Matheus Neis, o evento terá um trajeto de 60 quilômetros e passará pelo epicentro do temporal da última quinta-feira, bem como pelas localidades de Linha Françosa, Linha Comprida, São Pedro do Maratá, Macega e Vitória. O Passeio da Esperança é voltado para motos e quadriciclos.

Matheus destaca o desafio que está sendo organizar o evento em razão do pouco tempo disponível. “Para fazer a Trilha do Carvão, maior evento do Rio Grande do Sul, trabalhamos o ano inteiro. Agora temos sete dias para organizar o café da manhã, almoço, limpar a trilha e definir o trajeto, mas isso não é desculpa para não realizar. Não aceitaríamos participar da organização se não fosse para fazer algo perfeito”, afirma. Ele salienta que até mesmo uma moto de trilha usada já foi doada para ser sorteada entre os participantes.

De acordo com o organizador, a ideia de se fazer o evento beneficente surgiu na sexta-feira, um dia após a tragédia, e desde então os organizadores trabalham para deixar a trilha em condições e garantir todas as demais necessidades. Matheus conta ainda que a expectativa é muito grande para o evento, sendo esperados mais de 500 participantes oriundos de todo o Estado.

O presidente do Doguinhos destaca ainda que 100% do valor arrecadado será repassado para as famílias que perderam suas casas. Segundo Matheus, a Panificadora Modelo se comprometeu a fornecer o café da manhã, enquanto que a Sociedade Cultural Esperança ficou responsável pelo almoço. “Temos que agradecer ainda aos proprietários de terras, que entenderam o objetivo do passeio e liberaram passagem, e ao Executivo, que também abraçou o evento”, reforça.

Evento é organizado pelo Doguinhos Jeep Motoclube, de Brochier, e Trilheiros Sem Noção, de Maratá

Voluntários se apresentam para reconstrução
Em Maratá, voluntários começam a se apresentar para auxiliar na reconstrução das casas. De acordo com o diretor de Obras do município, Celso Ferreira, ontem pela manhã quatro pessoas de Tabaí se apresentaram como voluntárias. “Levei eles para auxiliar na limpeza e reconstrução de um chiqueirão”, conta. Segundo Celso, a ideia é aproveitar o bom tempo previsto para toda a semana para iniciar a limpeza dos locais para, na próxima semana, começar efetivamente a reconstrução. Interessados em ajudar podem se apresentar no Centro de Referência em Assistência Social (Cras) do município, localizado junto ao Parque da Oktoberfest, ou na Sociedade Cultural Esperança.

Em São José do Sul, pedido é de doação de materiais de construção
foto: Arquivo Ibiá

Em São José do Sul, que assim como Maratá pede que as doações agora sejam de materiais de construção, o Executivo está realizando levantamento de dados para definir quantas casas tiveram perda total e quantas sofreram danos parciais para, então, traçar um plano de ação. De acordo com a secretária da Saúde, Saneamento e Assistência Social, Silvani Maria Kremer, as doações de materiais de construção podem ser feita no ginásio da escola Professora Valéria Maria Kirch. Ela relata ainda que as doações de roupas e alimentos foram tantas que o município deve repassar algumas para outras cidades atingidas pelo temporal e cheias.

Deixe seu comentário