Se hoje é possível encontrar um amor através de aplicativos como o Tinder, por que não encontrar nosso futuro pet? A psicóloga paulistana Andréia Freitas criou o Tinder Pet, através do qual é possível pessoas interessadas em adotar um animal, encontrarem sua companhia perfeita.

A partir do dia 20 deste mês o app entra em fase de testes e ele funcionará por meio de geolocalização, aproximando possíveis interessados em adotar de seus futuros pets. O nome ainda não foi divulgado, mas a plataforma vai reunir pets castrados, vacinados e saudáveis que estão sob os cuidados ou de protetores independentes ou de ONGs. A ideia é que o aplicativo seja gratuito, disponível tanto para Android quanto para iOS, e amplie a visibilidade dos animais, aumentando a chance deles conseguirem tutores.

Cada ONG poderá cadastrar até 120 animais e substituir as vagas que abrirem por outros animais. Elas poderão convidar protetores independentes, que conseguirão cadastrar até 20 bichos.

Deixe seu comentário