Foto: Prefeitura de Vale Real

As empresas de Vale Real, no Vale do Caí, Fitas Real Indústria e Comércio de Embalagens e Corensa Indústria e Comércio de Confecções receberam liminar da Justiça para retomarem suas atividades por encaixarem-se na produção de itens essenciais neste período de pandemia do novo coronavírus. Enquanto que a Fitas Real fornece material de embalagem para as indústrias farmacêuticas, a Corensa produz kits para Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A decisão da juíza Marisa Gatelli, da comarca de Feliz, autoriza a Coresa a retomar as atividades exclusivamente por um período máximo de 20 dias para a confecção de kits de UTI para atender um pedido de hospitais de Caxias do Sul. Para tanto, a empresa precisará se adequar ao decreto estadual 55.128, adotando sistema de escalas, revezamento de turnos e alterações de jornadas, para reduzir fluxos, contatos e aglomerações de trabalhadores, bem como implementem medidas de prevenção ao contágio do novo coronavírus, disponibilizando material de higiene e orientando seus empregados.

Por fornecer material de embalagem para as indústrias farmacêuticas, não foi fixado prazo máximo de funcionamento para Fitas Real. Assim como a Coresa, a empresa precisará adotar sistema de escalas, revezamento de turnos e alterações de jornadas, para reduzir fluxos, contatos e aglomerações de trabalhadores, bem como implementem medidas de prevenção ao contágio do novo coronavírus, disponibilizando material de higiene e orientando seus empregados. A decisão também foi assinada pela juíza Marisa Gatelli.

Deixe seu comentário