festa foi garantida para foliões de todas as idades
Adultos e crianças se divertiram no Carnaval infantil promovido pelo Clube Grêmio Gaúcho

Grêmio Gaúcho. Tradicional baile infantil atraiu dezenas de crianças e pais neste feriado, garantindo a alegria da criançada

Com um salão cheio de serpentinas e confetes espalhados pelo chão e o som mecânico tocando samba-enredos e tradicionais marchinhas de Carnaval, a festa foi garantida para os pequenos foliões de Montenegro com a realização de mais uma edição do já tradicional baile infantil do Grêmio Gaúcho. Segundo o clube, cerca de 350 pessoas fecharam as celebrações de Carnaval no evento realizado na tarde de ontem.

Mãe da pequena Paola, quatro anos, e cuidando da sobrinha Amanda Willers, 10, Adriana Vanessa Garcia, 37, recordou que há anos frequenta o baile de Carnaval infantil do Grêmio Gaúcho. “Meu filho mais velho tem 18 anos e eu já trazia ele pra cá”, relembrou. Segundo ela, a festa voltada para o público infantil é um ambiente legal e propício para as brincadeiras. Teoria confirmada por Amanda, que participou pela segunda vez do evento e se divertiu muito, principalmente com os confetes.

E não eram só as crianças que se divertiam. Os adultos fantasiados eram poucos, mas os que entravam na brincadeira com confetes e

espuma ou que dançam juntos dos pequenos eram muitos. Exemplo disso foi o casal Ana Da Cas, 34 anos, e Sérgio Schwieg, 38. Com a pequena Isabella, dois anos, eles dançaram e se divertiram. “Trouxemos elas para se divertir e brincar. É uma festa que os pais também gostam. O Carnaval não tem idade”, destacou Ana, antes de apontar para Isabella que, ao som do samba e incentivada pelo pai, já mostrava desenvoltura na tradicional música do feriado.

Atrações diversas e muita folia para todas as idades
Não era só a música e os confetes que agitaram a criançada na tarde de ontem no Grêmio Gaúcho. Latas de espumas que estavam sendo vendidas no local fizeram a alegria de grande parte do público. Além disso, havia ainda brinquedos infláveis e uma artista realizando pinturas de rosto.

No meio disso tudo, a irreverência infantil não poderia faltar. “Do que estou gostando? De tudo! É o mais divertido”, garantiu a pequena Ester Graça Griebeler, seis anos, ao ser questionada pela reportagem. Com sua fantasia de borboleta, ela se divertia com outras crianças de sua idade e também com a sua mãe.

Cuidando da filha, Valéria Rodrigues Graça, 46 anos, destacou que este foi o primeiro Carnaval infantil no Grêmio Gaúcho para o qual ela levou Ester. “Ela sempre gostou de fantasias e dessa alegria e dança do Carnaval. Vi no jornal que teria o baile infantil e viemos aproveitar”, reforçou.

Festa também pelas cidades da região
Se em Montenegro a folia foi dos pequenos, o público adulto teve o seu Carnaval comemorado com diversos bailes pela região. Só no sábado foram três festas: baile de Kerb em Linha Pinheiro Machado, Brochier, muamba da escola de samba Império da Zona Branca, em São Sebastião do Caí, e o Carnaval da UTI, em Salvador do Sul. A alegria seguiu até segunda-feira, com baile de Carnaval em Brochier e também em Salvador do Sul. No meio dessa folia, aconteceu ainda, em Salvador do Sul, o desfile do bloco UTI, que reúne amigos daquela cidade e de São Pedro da Serra.

Deixe seu comentário