Luiz Henrique Lima, Paula Copetti, Marcos da Luz, Marcio Martini, tatuagem
Luiz Henrique Lima tatua Paula Copetti. Ao fundo, Marcos e Marcio Martini

Na pele. Público pôde realizar tatuagens por valor reduzido e que será doado

Já está virando tradição. Daquelas que todo mundo espera e que não pode mais deixar de acontecer. O Tattoo Bem, realizado pelo Estúdio Marcos Luz Tattoo, chegou à sua terceira edição reunindo apaixonados por “riscar” a pele.

E nesse domingo, dia 3, eles tiveram dois grandes incentivos: o custo reduzido — R$ 40,00 — e a solidariedade. O valor arrecadado será destinado à compra de brinquedos e materiais escolares que serão doados a crianças do Abrigo Menino Jesus de Praga. A programação contou, ainda, com cortes de cabelo, shows de bandas e venda de lanches e bebidas.

Soara Eleusa de Vargas, Hanna Vitória Bauer de Vargas, Ana Paula Azevedo, cabelo, corte, tattoo do bem
A avó Soara Eleusa de Vargas e a neta Hanna Vitória Bauer de Vargas foram cortar o cabelo. A profissional é Ana Paula Azevedo

Segundo Fabiana Barros, que fez os desenhos de quem foi em busca de uma nova arte na pele, o evento tem crescido e, até o início da tarde, mais de 100 pessoas já haviam participado. “Para os próximos, estamos pensando em mudar o local. Está ficando pequeno”, diz. A promoção era restrita a desenhos simples e, entre os mais pedidos, estavam âncoras e flor de lótus. Uma dessas artes foi feita no braço de Paula Copetti, de 30 anos. “É uma tatuagem de amizade”, conta ela, que fez, junto com uma amiga, o mesmo desenho na pele.

Participaram seis profissionais: Marcos Antônio da Luz, proprietário do estúdio, sua esposa, Fabiana Barros, e os tatuadores Marcio Martini, Guilherme (da Primitiva Arte), Luiz Henrique Lima e João Pedro Lunardon. As bandas Guerreiros da Perifa, 2 Lagranhas e 1 Borba, Livre Arbítrio, Livramente, Jábulas e Rodrigo Magrão se apresentaram.

Deixe seu comentário