Evento de lançamento da Taça das Favelas em Montenegro ocorreu na tarde dessa terça-feira

Novidade. Peneira para a seleção de atletas será realizada dia 21, no campo do Municipal

Desenvolvida pela Central Única das Favelas (Cufa) com o objetivo de incentivar a prática esportiva e a disseminação dos valores desportivos, a Taça das Favelas chega a Montenegro pela primeira vez em 2020. O lançamento oficial do projeto na cidade aconteceu na tarde dessa terça-feira, 3, e teve apresentação de Rogério dos Santos, coordenador geral da Cufa Montenegro.

No evento de lançamento, foi divulgada a data da primeira peneira seletiva para os atletas montenegrinos: 21 de março. A atividade ocorrerá no campo do Grêmio Esportivo Municipal. Na oportunidade, serão selecionados 22 meninos (de 14 a 18 anos – nascidos até 2002) e 22 meninas (de 14 anos em diante). Quem passar na peneira iniciará os treinos na semana seguinte, no Municipal. Vale ressaltar que cada equipe pode inscrever 16 atletas no torneio.

A Taça das Favelas busca contemplar jovens moradores de favelas e/ou comunidades periféricas, de modo a proporcionar visibilidade a estes territórios e aos jovens talentos que as integram. Ao todo, mais de 100 mil atletas participam da competição em todo o Brasil. Somente em São Paulo, 128 equipes representarão as favelas do Estado neste ano.

Presente no evento de lançamento, o técnico Alex Gonçalves, o Leleco, ressaltou que a ideia é participar, mas com o objetivo de disputar o título. “Queremos chegar lá com condições de ganhar”, disse. Durante a apresentação, Rogério dos Santos destacou que a competição abre portas para muitos meninos que têm o sonho de jogar profissionalmente por grandes clubes do País.

A etapa do Rio Grande do Sul da Taça das Favelas acontece dia 16 de maio, das 8h às 18h, no Parque Ramiro Souto, em Porto Alegre. A grande final estadual, que terá transmissão ao vivo pela RBS TV, está marcada para o dia 6 de junho. Para realizar a inscrição e obter mais informações sobre a Taça em Montenegro, entre em contato com o coordenador geral da Central Única das Favelas do município, Rogério dos Santos, através do e-mail rogeriocufa.rs@gmail.com.

Deixe seu comentário