A Polícia investiga a ligação de “Casão”, à esquerda, e dos demais presos localizados no sábado

Latrocínio. Polícia Civil de Triunfo aponta como motivo do crime o interesse dos bandidos pelo veículo da vítima

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Triunfo e a Brigada Militar resultou na prisão de indivíduos suspeitos pela morte do policial militar Emerson Daltri Tadielo, ocorrido na quinta-feira, 4 , na BR-386 em Coxilha Velha, divisa entre Montenegro e Triunfo. As polícias cumpriram mandados de busca e apreensão nas cidades de Novo Hamburgo, Portão, São Leopoldo e São Sebastião do Caí. A operação teve início na manhã de sábado, 6.

Em Novo Hamburgo, na rua Adolfo Jaeger, bairro Ouro Branco, foi detido Valmir Renner, conhecido como “Casão”, de 39 anos. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva. No local, foi encontrada uma caixa de isopor com diversos medicamentos de origem duvidosa, sendo registrada a ocorrência para apuração dos fatos. Posteriormente, por volta das 9h, no Instituto Penal de São Leopoldo foi detido Ernesto Da Rosa Schorn, 38, também com mandado de prisão expedido. Já às 11h, na cidade de Portão, na rua Vereador Antônio Rodrigues da Rosa, foi apreendido o veículo Ford/Focus, cor preta, placas JMN2H84, o qual, segundo a polícia, foi usado na ação que resultou na morte do PM.

Veículo suspeito de ter sido utilizado na ação dos criminosos que resultou na morte do soldado da BM

Ao longo do sábado, as ações para prender os demais suspeitos foram se multiplicando. A Agência Regional de Inteligência do Vale do Taquari, após ser informada da existência de um mandato de prisão contra Josias de Souza Silva, 29, um dos possíveis autores do latrocínio do soldado, deu início à operação Questão de Honra, com o apoio do Pelotão de Operações Especiais (POE) de Lajeado e Guarda Urbana de Bom Retiro do Sul.

Agentes efetuaram buscas e vigia e, por volta das 11h, viram Josias chegando em uma residência às margens da BR-386. Ele tripulava um automóvel Volvo blindado. Por volta das 12h, o local foi cercado pela Polícia e efetuado buscas. Dentro da casa estavam o procurado e outros três indivíduos vinculados ao tráfico de drogas. No local, foram encontradas grande quantidade de drogas, armas de fogo e munições, e material para embalagem e pesagem de entorpecentes.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro e levados para o sistema prisional. De acordo com o delegado Lúcio Melo, titular da DP de Triunfo e responsável pela investigação,  o trabalho ainda não foi concluído e o novos elementos serão buscados para esclarecer se há ligação da quadrilha com os outros roubos nas tendas e lojas ao longo da rodovia. No caso do policial morto, a principal linha de trabalho da PC é a de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. “O alvo dos criminosos era a caminhonete da vítima, que reagiu prontamente ao anúncio do assalto”, conclui o delegado.

Saiba mais
O policial militar Emerson Daltri Tadielo, 42 anos, foi morto na tarde de quinta-feira, 4, durante assalto na localidade de Coxilha Velha, BR 386. Dois homens armados teriam anunciado o assalto a uma loja de artesanatos quando o policial estava comprando um vaso. Eles tentaram roubar a camionete do soldado e ele acabou baleado, vindo a óbito.

Deixe seu comentário