Quadra de concreto ficou pronta em novembro de 2020 no bairro Germano Henke

Garotada do #JesusComanda Resgatar tem um novo espaço para treinar e jogar

Aguardada por 23 anos pelos moradores do Germano Henke, a quadra esportiva de concreto na área verde do bairro é uma conquista celebrada por todos no local. Até novembro de 2020, Mauro da Costa Silva e seus alunos do Projeto #JesusComanda Resgatar praticavam basquete em um piso irregular, com barro e grama. Agora, a realidade é outra e a nova estrutura é considerada fundamental para a ascensão da gurizada no esporte.

De acordo com Mauro, idealizador e treinador do projeto, o espaço da quadra foi cedido pela Prefeitura Municipal, e um grupo de empresários, junto com uma empresa, reuniram-se no segundo semestre do ano passado para arrecadar o dinheiro necessário e realizar a obra. As tabelas, segundo ele, são fornecidas pela Prefeitura. Após seis dias de obra, a quadra já tinha tomado forma, recebido a demarcação (pintura) e estava pronta para uso. Ainda em dezembro de 2020, a Administração Municipal anterior instalou uma pracinha para os jovens do bairro ao lado da quadra.

Mauro da Costa Silva afirma que aguardava a construção da quadra há 23 anos

Foi um presentão de Natal que Mauro esperava há mais de duas décadas. “Eu jogava no barro vermelho, isso é uma realização de 23 anos. Confesso que eu já havia perdido as esperanças. Para desenvolver o trabalho com a gurizada, é preciso uma boa estrutura, e agora temos uma quadra muito boa. Ver o sonho realizado não tem preço”, exalta.

A garotada se reúne na área verde do bairro Germano Henke para jogar basquete desde outubro de 2019, e a irregularidade da quadra sempre foi uma dificuldade extra. De lá para cá, o grupo cresceu, e hoje Mauro dá aula para cerca de 70 jovens. “Estamos buscando parcerias para oferecer materiais melhores e alimentação para os alunos após os treinos. Buscamos ajuda para fazer a gurizada crescer física e mentalmente. Em breve, vamos criar um canal no YouTube para divulgar o projeto”, salienta o treinador.

O pequeno Guilherme Lopes, de 13 anos, entrou no projeto há poucos meses e já percebeu evolução na qualidade do grupo com a nova quadra. “Está muito melhor. Com essa quadra, a qualidade do time pode melhorar totalmente, até com as crianças menores”, ressalta.

Deixe seu comentário