Público durante a sessão não poderá exceder 25 pessoas

TRABALHOS agora começarão sempre às 17h

Com a flexibilização das regras de distanciamento controlado, a Câmara de Vereadores volta a permitir a presença de público no plenário. Na sessão desta quinta-feira, 25 das cerca de 100 cadeiras poderão ser ocupadas pela comunidade. Esta passa a ser a única forma de acompanhamento dos trabalhos, já que as transmissões dos encontros pelas redes sociais e pelo Youtube foram suspensas, por imposição da legislação eleitoral.

A partir desta semana, o horário dos encontros também muda. As reuniões agora iniciam às 17h e não às 19h, como ocorria até a semana passada. A medida faz parte de uma resolução da mesa diretora que já vigorou em 2016, também nos três meses que antecederam as eleições. Assim, os parlamentares passam a ter a noite livre para se dedicar à busca de votos.

Na pauta desta quinta-feira, serão apreciados três projetos de lei. Os dois primeiros são oriundos do Executivo e promovem modificações nas regras de concessão de incentivos fiscais para empresas. Se forem aprovados, passam a ser obrigadas a apresentar seus projetos arquitetônicos – nos casos de construção e ampliação – depois da lei prevendo o auxílio ser sancionada e não antes, como atualmente. A outra matéria dá o nome do ex-vereador João Machado a uma rua do loteamento São Vicente, no bairro Senai. A proposta é de Joel Kerber (Progressistas).

Deixe seu comentário