Dezenas se reuniram na localidade para o desfile

A Sociedade União, da comunidade de Serra Velha, realizou neste sábado, 26, a 2ª edição do “Tratoraço”. O evento reuniu dezenas de agricultores que, em seus tratores, desfilaram pelas estradas do interior, ainda pela manhã. Percorrendo cerca de dez quilômetros, eles saíram da localidade montenegrina, passaram por pontos de Tabaí e Triunfo, e retornaram. Após, houve almoço e reunião dançante.

“Isso aí, nós começamos como uma brincadeira”, recorda o membro da Sociedade, Vanderlei Antônio da Silva. “Aí fomos reunindo o povo, foi chegando até os amigos. No ano passado, reunimos 57 tratores.”Neste ano, já foi bem mais.

Agricultor, com 52 anos de idade, Silva conta que o objetivo, além de juntar os conhecidos em confraternização, é a valorização da localidade de Serra Velha e do trabalho no campo. “É valorizar a agricultura e ajudar a gurizada a gostar e querer ficar na região”, adiciona.

É o que acredita ser importante o morador João Nei da Motta, de 58 anos. Também trabalhando na agricultura desde novo e seguindo os passos do pai, no “Tratoraço” ele levou o neto, Luis, de nove anos de idade, já para incentivar o valor à profissão. “Apesar de a agricultura estar um pouco defasada, a gente não pode desistir”, declara. “Nós vamos lutar para melhorar. Isso já vem de pai para filho e, se o neto seguir também, vai ser muito bom.”

Encabeçando a organização, Vanderlei Silva destaca que a “brincadeira” deu muito certo, reunindo participantes de diferentes localidades, como Batinga e Catupi. “E vamos ver se seguimos fazendo”, adianta, já convidando para a edição de 2020. A reunião dançante na tarde de sábado ficou por conta de “Getúlio Só Modão”.

VEJA EM VÍDEO

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DO DESFILE

Deixe seu comentário