O imóvel de Marta Augusta Dahmer no bairro Santa Rita foi totalmente revirado. Fotos: Arquivo Pessoal

Só em 24h, três locais foram arrombados e duas tentativas foram denunciadas

Os últimos dias têm sido de terror para os moradores de Montenegro. Nesta terça-feira, 28, foram registrados três arrombamentos na cidade, sendo dois em residências durante o dia e um em um estabelecimento comercial pela noite. Além disso, duas tentativas de furto também foram realizadas no dia.

No bairro Aeroclube, na Rua Judith Provin da Mota no Bairro, homens arrombaram e invadiram uma casa levando jóias e outros pertences. Segundo vizinhos, seriam dois indivíduos com um carro vermelho. Outro caso foi registrado na rua Egon Polking, no bairro Santa Rita. Marta Augusta Dahmer conta que foi trabalhar às 7h40min como todo dia, e quando retornou, às 19h30min, encontrou a porta do anexo da sua casa quebrada e aberta, mas nada tinha sido furtado. Porém, quando ela foi para a sua casa, a porta dos fundos estava aberta.

“Levaram bebidas que eu tinha na geladeira, notebook, TV smart de 40, ventilador, as pouquíssimas jóias que tinha, minha caixa de bijuterias, toda maquiagem da minha filha, perfumes e cremes, algumas roupas e calçados dela”, conta. Ela estima que o prejuízo tenha sido de R$ 5 mil. De acordo com ela, em 23 anos no local nunca havia acontecido nada parecido. “Adoro aquele lugar, agora estou com medo de voltar”, lamenta. Segundo relato de uma vizinha, um carro vermelho estaria rondando o local por volta das 11h.

Durante a noite foi a vez de um supermercado no bairro Estação ser alvo de furto. Do local foi levada uma caixa de papelão com carnes, café, leite condensado e sucrilhos. Para adentrar ao local foram quebrados o forro e um controlador de temperatura da câmara fria. O proprietário estima que o prejuízo total tenha sido R$ 2 mil.

Tentativas mal-sucedidas
No bairro Centenário, diversas casas foram alvo de tentativa de arrombamento. Felizmente, poucas bem-sucedidas. Em imagens de uma câmera de segurança que estão rodando nas redes sociais, é identificado um Renault Sandero vermelho, o mesmo visto nos outros arrombamentos, parando em frente a uma residência.

Um homem forçou o portão e tentou entrar no local, e outro veio logo atrás. Porém, para a surpresa dos dois, a dona do imóvel estava em casa, e quando ela abriu a porta, eles correram em direção ao carro. A vítima diz não conhecer os homens. No final da tarde desta terça, um homem identificou sinais de arrombamento em sua residência, porém nada foi levado de sua casa. Ele acredita que seja em decorrência do cachorro que fica no pátio.

Suspeito que tenta entrar em residência no Centenário

As tentativas de furtos em residências já estão ocorrendo há semanas. Uma moradora também do Centenário saiu para viajar no dia 21 de janeiro, e não ficou ninguém no imóvel. Nesta quarta-feira, 29, quando retornou de viagem, ao tentar abrir a porta dos fundos, a janela da porta caiu nos seus pés. Nenhum objeto foi furtado, mas, segundo ela, essa é a terceira tentativa de arrombamento no local desde junho do último ano, sendo que na primeira vez foi levado uma máquina de lavar.

Uma mulher que deseja não ser identificada também foi vítima, no mesmo bairro. Moradora do Centenário há três meses, no dia 17 de janeiro teve a sua casa arrombada por um indivíduo. “Eu estava trabalhando, e tudo ocorreu no período da tarde. Ele ficou bastante tempo em frente à casa, viu que não tinha movimento e pulou a cerca e arrombou uma janela. Disparou o alarme, ele ainda pegou uma TV na sala e saiu pelo mesmo local”, relata.

Segundo ela, nenhum vizinho viu no momento, mas as câmeras de segurança de uma vizinha captaram as imagens dele entrando no portão. “Na minha casa não teve mais problema, mas como eu fiquei assustada com o que tinha acontecido, eu fiquei de olho aberto”, fala.

É preciso prevenir
De acordo com o delegado responsável pela DPPA e pela 1ª Delegacia de Polícia de Montenegro, André Roese, investigações sobre os arrombamentos e acerca do Renault Sandero vermelho já estão sendo feitas.
Ele recomenda algumas medidas para que a ação seja reprimida, como checar se a casa esta toda fechada; se as portas são boas; colocar uma grade a mais por fora da porta; pôr a porta com abertura para dentro; instalar um sistema de monitoramento; ter cachorros; avisar os visinhos quando vai viajar; e fazer muro de vidro ou cerca.
Se alguém souber alguma informação sobre os casos de furto ou perceber algo de diferente basta ligar para o 190 da Brigada Militar.

Deixe seu comentário