No Assentamento há criação de peixes, plantio de hortifruti e mato

Ainda falta um longo tramite para que os produtores rurais do Assentamento 22 de Novembro, na Estrada do Morro Montenegro, recebam dois benefícios esperados. O repasse de R$ 50 mil destinados pelo estado está em fase de liquidação. O processo que deixa poucas esperanças é a emissão definitiva das Escrituras de Posse. O deputado estadual Elton Weber (PSB) e a vereadora Josi Paz (PSB), acompanham estes andamentos.

Através de sua assessoria, o parlamentar reiterou que, em ambos casos, não é possível estipular prazos. A mudança de comando de governo em janeiro atrasou tudo. No caso do repasse de verbas, que serão distribuídos igualitariamente aos assentados para aquisição de insumos e equipamentos, o empenho está liquidado. Resta agora liberação da Secretaria da Fazenda.

Já em relação a regularização de áreas fundiárias, o Estado estaria priorizando a emissão aos reassentamentos, o que não é o caso da comunidade em Montenegro. O projeto iniciado no governo Sartori inclusive havia sido arquivado ao fim da gestão, situação que pediu abertura de novo projeto na Secretaria de Agricultura. Depois ainda terá de ser votado na Assembleia Legislativa.

Deixe seu comentário