Arthur Bazi (com a bola) foi um dos destaques da partida com dois gols

Copa Serrana. Sub-12 e sub-13 da equipe montenegrina aplicaram goleadas ontem à tarde, em Santa Cruz do Sul

O calor e a grama alta não foram empecilhos para a garotada do Fera passar por cima do Avenida, no Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul, na tarde de ontem, pela Copa Serrana. Em duas partidas, os montenegrinos marcaram 12 gols nos donos da casa e não sofreram nenhum. Os goleiros do Fera sequer trabalharam. A sub-13 entrou em campo primeiro e aplicou 8 a 0 no Avenida. Na sequência, a sub-12 foi mais econômica, mas não deixou de golear: 4 a 0.

Avenida passou poucas vezes da linha divisória do meio-campo

Os primeiros minutos do duelo da sub-13 já mostraram como seria o panorama da partida. Com seis minutos de jogo, o Fera já havia chegado três vezes em finalizações de longe, com Inácio Neis, José Augusto Höerlle e Arthur Hass Bazi, todas sem sucesso. Aos sete, Daniel Camargo Carvalho perdeu uma grande chance ao isolar a bola debaixo dos postes. Quatro minutos mais tarde, Arthur Bazi finalizou de fora da área por cima do gol. No lance seguinte, João Vithor Marcadella recebeu livre e chutou por cima do gol.

Porém, aos 17 minutos não teve jeito. O volante Arthur Bazi aproveitou falha da defesa do Avenida, limpou o zagueiro e bateu de canhota, no canto esquerdo do goleiro, para abrir o placar para o Fera. Seis minutos mais tarde, o centroavante Daniel Camargo se redimiu. João Vithor fez grande jogada individual pela direita e cruzou na medida para o camisa 9 deslocar o goleiro e marcar o segundo.

Aos 27 minutos, foi a vez de Daniel fazer boa jogada pelo lado direito e servir Bryan da Costa, que finalizou para ampliar o placar para os montenegrinos. Ainda no primeiro tempo, aos 29, o Fera marcou o quarto gol com Inácio Neis, que roubou a bola no campo de ataque, fintou a marcação e bateu cruzado no canto direito do goleiro.

Sem diminuir o ritmo na etapa final, a equipe treinada por Eduardo Vercelhese, o Da Páscoa, chegou ao quinto gol logo no primeiro minuto, novamente com Daniel Camargo. Ele driblou dois marcadores na área e bateu firme na saída do goleiro. Aos três, João Vithor recebeu na entrada da área e finalizou cruzado para marcar o sexto gol. A equipe de Montenegro não tirou o pé do acelerador e seguiu tentando. Autor do primeiro gol, o Arthur Bazi finalizou quatro vezes da entrada da área, mas não conseguiu acertar a meta.

Aos 18 minutos, Antônio Bonatto de Menezes recebeu sem marcação e chutou no canto direito, sem chances para o goleiro do Avenida. No minuto seguinte, a persistência do volante Arthur Bazi foi recompensada. Ele recebeu de Antônio e chutou forte de fora da área, marcando o oitavo do Fera e fechando o placar.

Sub-12 vence com primeiro tempo impecável
Assim como a sub-13, a equipe de Tiago Schlingvein, o Maratá, começou o jogo em cima do Avenida, mesmo jogando na casa do adversário. Logo no primeiro minuto de partida, Enzo Gabriel fez boa jogada pela direita e tocou para o meio da área, onde estava Kauan Rafael, que só completou para o fundo do gol.

Lucas Müller anotou o terceiro gol da sub-12 ontem à tarde

Aos sete minutos, a sub-12 do Fera ampliou a vantagem com Vinícius Specht, que recebeu a bola em escanteio cobrado curto e finalizou cruzado, no alto, sem chances para o arqueiro rival. Aos 14, David Canalle arriscou de longe e quase marcou o terceiro, mas a bola explodiu no travessão. Seis minutos mais tarde, não teve jeito. O atacante Lucas Müller recebeu em profundidade e deu um toque sutil, na saída do goleiro, para aumentar a vantagem montenegrina.

Aos 22 da primeira etapa, foi a vez de Lucas Müller dar o passe. Ele encontrou Enzo Gabriel livre, o meia-atacante teve calma para escolher o canto e fuzilar: 4 a 0. Com a larga vantagem, a equipe de Tiago Maratá diminuiu o ritmo no segundo tempo, mas por pouco não ampliou aos quatro minutos. O atacante Wendel Ramos aproveitou saída errada do goleiro e bateu sem ângulo, mas a bola caprichosamente tocou na trave.

Sem ser atacado, o Fera seguiu em cima. Aos 15, Lucas Müller deslocou o goleiro e saiu para comemorar, mas o gol foi anulado por impedimento. Depois disso, os montenegrinos apenas administraram a goleada.

Deixe seu comentário