Pintura de Ilse Paim integra a exposição Black Brazil Art e será apresentada no Museu da Comunicação - Foto: Divulgação Sedac

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, cinco instituições ligadas à Secretaria da Cultura do Estado do Rio Grande do Sul promoverão oficinas, exposições fotográficas, performances e rodas de conversa para debater feminismo, invisibilidade e assédio. As atividades serão promovidas pelo Teatro de Arena, Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Margs), Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, Cinemateca Paulo Amorim e Museu do Carvão. A programação é gratuita e não requer agendamento.

Confira a programação:

Museu da Comunicação Hipólito José da Costa (Rua dos Andradas, 959), em Porto Alegre
3 a 7 de março – exposição “Mulheres (In)visíveis”, com visita mediada às 11h. A mostra apresenta obras do acervo da Bienal Black Brazil Art.
9 de março, 13h30min – homenagem às mulheres que dedicaram suas vidas ao compromisso de preservar a memória da comunicação gaúcha.
13 de março, 14h – roda de conversa “Mulheres, comunicação e assédio”.

Margs (Praça da Alfândega, s/nº), em Porto Alegre
3, 10 e 17 de março, 16h – encontros motivados pela mostra “Mulheres artistas: questões atuais – Interseccionalidade”. A atividade propõe uma reflexão sobre a necessidade de se pensar em feminismos no plural e discutir questões pertinentes à condição das mulheres na atualidade. O ciclo ocorre no auditório do museu. As vagas são preenchidas por ordem de chegada e limitadas a 60 lugares. Contatos podem ser feitos pelo e-mail comunicacao@margs.rs.gov.br ou pelo telefone (51) 3286-3145.

Teatro de Arena (Av. Borges de Medeiros, 835 – Escadaria do Viaduto), em Porto Alegre
8 de março, 15h – festa de abertura e Cine Escadaria.
9 de março, 14h – oficina “Ela”.
9 de março, 17h – intervenção “Cartas para nós”
9 de março, 20h – apresentações teatrais.
10 a 13 de março, das 20h às 22h – intervenções culturais com diferentes temáticas: Música (10/3); Dança (11/3); Escrita e Poesia (12/3); Circo (13/3).
14 de março, das 9h às 17h – oficinas.
14 de março, 19h – encerramento da programação com o Festival Eva Diva.

Cinemateca Paulo Amorim, no térreo da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736), em Porto Alegre
17 de março, às 19h30 – exibição, seguida de debate, do filme “Uma mulher fantástica”.
18 de março, às 19h30 – exibição, seguida de debate, do filme “Estrelas além do tempo”.

Paz, igualdade, tolerância e respeito

Construir uma cultura de paz, com igualdade, tolerância e respeito às diferenças, é o que se pretende com a agenda que começa na capital nesta terça-feira, 3, adianta a assessora de Diversidade da Sedac, Gabriella Meindrad. “É preciso sensibilizar acerca da violência contra a mulher, do aumento do número de feminicídios no Estado, do assassinato sistemático de travestis e transexuais motivado pelo ódio e pela intolerância”, afirma Gabriella. “Repensar e ressignificar o papel da mulher na sociedade, utilizando a cultura como meio para o empoderamento e o combate ao sistema patriarcal, racista, sexista e transfóbico.”

Para a assessora de Culturas Populares, Tradição e Folclore da Sedac, Maria Marques, o Dia Internacional da Mulher vai muito além das comemorações de 8 de março. “É uma data de reflexão, de luta permanente na construção de políticas públicas sociais, culturais, raciais, de gênero e de direitos humanos. É uma data para lembrar a importância das mulheres terem direitos, porque, apesar dos avanços em vários setores, ainda há muito para ser conquistado”, disse.

Deixe seu comentário