primeira CPI desta legislatura já começou de forma conflituosa Foto: Câmara de Vereadores

Discórdia. Vereadores deixaram comissão após veto do presidente à imprensa

Os vereadores Josi Paz (PSB) e Juarez da Silva (PTB) anunciaram nesta quinta-feira que estão deixando a CPI, que vai investigar a construção das casas populares no Loteamento Bela Vista, no bairro Estação (PSH). O anúncio ocorreu durante a segunda reunião de trabalho do grupo. A justificativa foi que, embora respeitem a decisão de seu presidente, Talis Ferreira (PR), não concordam com sua metodologia de trabalho. Em uma decisão unilateral, ele proibiu que a imprensa montenegrina acompanhasse as sessões da CPI.

Quando o presidente da Comissão anunciou sua decisão no primeiro encontro, houve desconforto entre estes dois membros, que lhe pediram que revisse sua decisão. Talis manteve seu posicionamento e disse ainda que todas as informações seriam repassadas através da Assessoria de Comunicação do Legislativo. Com essas saídas, é preciso que o presidente faça novamente o convite aos demais vereadores, para que participem.

Agora a Comissão conta com apenas três membros: Talis Ferreira, Rose Almeida (PSB) e Valdeci de Castro (PSB). Se não houver novas adesões, o advogado Adriano Bérgamo, consultor jurídico da Casa, irá estudar a medida a ser adotada. A CPI foi criada com o objetivo de investigar a responsabilidade na construção, fiscalização e execução das residências do Loteamento Bela Vista – PSH. De acordo com o artigo 91 do Regimento Interno da Câmara, o prazo para a realização dos trabalhos é de 90 dias.

Deixe seu comentário