O estado apresenta um dos maiores índices de roubos de veículos, no ranking divulgado pelo Anuário de Segurança Pública, Rio Grande do Sul aparece na terceira posição. Já entre as capitais, Porto Alegre dispara em primeiro lugar, com a média de 1.466 roubos por 100 mil veículos. Na soma total, no ano passado foram 17.629 carros roubados no Rio Grande do Sul.

Segundo dados atualizados da Secretaria de Segurança do Estado, até setembro deste ano já foram relatados 13.547 veículos roubados, comparado ao mesmo período do ano passado, esse número já foi ultrapassado.

A média diária é de 48 roubos desse tipo por dia, ou seja, a cada 30 minutos um morador gaúcho teve seu carro levado por bandidos. O índice não considera o número de furtos de veículos, no qual inclui a ameaça ou violência. Se somados, furtos e roubos chegam a 37.185 casos, já que foram contabilizados 19.556 casos de furtos.

Este tipo de crime é mais comum nas capitais, e no caso de Porto Alegre, foram registrados 52% dos roubos de veículos no estado. Esse dado é relacionado apenas a casos registrados, podendo haver um número ainda superior, considerando aqueles onde não é feito o boletim de ocorrência. A polícia civil, através da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos do Departamento Estadual de Investigações Criminais, faz constantes operações para prender e desarticular quadrilhas que roubam veículos na capital e interior. Nas investigações, é possível identificar que as quadrilhas atuam no estado usando cada vez mais tecnologias ousadas, através de um sistema organizado para roubar e clonar os veículos.

O Estado possui a quarta maior frota de veículos do Brasil, chegando a mais de 6,5 milhões de automóveis circulando, sendo um estado de grande tradição no segmento de placas veiculares e o que possui o maior número de fábricas de placas e tarjetas credenciadas, totalizando mais de 400 empresas no mercado. Deste total, 71 destas empresas estão localizadas na região metropolitana de Porto Alegre, e as outras sete maiores cidades somam 38 estabelecimentos autorizados a fabricar e comercializar placas veiculares.

 

Deixe seu comentário