JBFP/+QD+ dominou a Brenner na final e ficou com o título da Série A do Cantegril no segundo semestre

Cantegril:
22/7 – Medonhos vence a Brenner por 2 a 1 e conquista o título inédito da Série A do campeonato de futebol sete do Cantegril, no primeiro semestre;
16/12 – JBFP/+QD+ supera a Brenner por 3 a 0 e fica com o título do segundo semestre da primeira divisão;
Medonhos e JBFP/+QD+ foram os grandes destaques desta temporada. No primeiro semestre, o novato Medonhos desbancou a tradicional Brenner na decisão da Série A. No segundo semestre, o título ficou com o +QD+, que também venceu a Brenner na final.

Grêmio Gaúcho:
15/7 – Peludos derrota o Ellite por 3 a 0 para ficar com o título da Série Ouro do campeonato de futebol sete do Grêmio Gaúcho no primeiro semestre.
16/12 – Nos pênaltis, Peludos bate o JDN após empate em 1 a 1 e se sagra tetracampeão no clube.
Pelo segundo ano seguido, o Peludos FC dominou o clube. A equipe conquistou a Série Ouro nos dois semestres e já acumula quatro títulos consecutivos. No torneio de verão, o título ficou com o Expulsos do Bar.

Sesi:
27/10 – Evento de entrega da premiação dos Jogos do Sesi, que confirmou o primeiro lugar geral para a empresa John Deere.
A John Deere foi a empresa mais vencedora dos Jogos do Sesi deste ano, com títulos na bocha, no futevôlei, no vôlei de praia masculino e no futsal, nas categorias força livre e máster. O segundo lugar geral ficou com a Braskem e o terceiro com a Tanac.

Fera:
2/12 – Categorias sub-11 e sub-13 vencem Cruzeiro e Sete de Setembro, respectivamente, e ficam com o título da Copa Serrana.
10/12 – Sub-10 fica em terceiro no Módulo B do Gauchão em quadrangular final com Juventude, Americano e Novo Horizonte.
Sem títulos na Copa Teutônia, o Fera foi recompensado na Copa Serrana, com dois títulos, na sub-11 e na sub-13. No Campeonato Gaúcho de Base, a melhor categoria foi a sub-10, que chegou às finais do torneio e ficou na terceira colocação.

Olé:
10/3 – Olé encerra atividades com a categoria juvenil, devido ao desinteresse dos atletas.
11/11 – Sub-15 do Olé é derrotado pelo Detroit por 5 a 1 nas quartas de final e dá adeus à Encosta da Serra.
A escola de futebol teve um ano de dificuldades dentro e fora de campo. Sem apoio da Administração Municipal, o Olé não passou da primeira fase na Copa Santa Clara e teve somente a sub-15 nas quartas de final da Liga Encosta da Serra.

Grêmio:
29/12 – Grêmio vence o Lanús na Argentina por 2 a 1 e conquista o tricampeonato da Libertadores da América.
16/12 – Tricolor perde para Real Madrid por 1 a 0 e fica com o segundo lugar no Mundial de Clubes.
Campeão da Libertadores da América em cima do Lanús, o tricolor teve um grande 2017. A equipe treinada por Renato Portaluppi ainda foi vice-campeã do Mundial de Clubes, terminou em quarto no Brasileirão, foi semifinalista na Copa do Brasil e também no Gauchão.

Inter:
7/5 – Inter é derrotado nos pênaltis para o Novo Hamburgo na decisão do Campeonato Gaúcho.
14/11 – Colorado confirma retorno à Série A do Brasileirão após empate sem gols com o Oeste, em São Paulo.
O colorado ficou devendo para seu torcedor nesta temporada. Vice-campeão do Campeonato Gaúcho, a equipe teve um ano de reestruturação após a queda para a Série B. Voltou à elite, mas com o segundo lugar e sem empolgar dentro de campo.

Muay Thai:

13/5 – Nitro Team tem atletas no topo do pódio e conquista o terceiro lugar por equipes no Campeonato Gaúcho de Muay Thai.
12/8 – Equipe Nitro tem dez alunos campeões e empilha conquistas na Copa RS.
O grande destaque dessa modalidade é coletivo. A equipe Nitro Team fez bonito nesta temporada e se consolidou como uma das melhores do Estado, com participações vitoriosas no Campeonato Gaúcho, na Copa RS e no 7° Interacademias de Muay Thai.

Jiu Jitsu:

1°/4 – Jean Colares, da academia Guetho Jiu-Jitsu, lutou na Itália pelo Roma Open.
8/7 – Sete atletas da Academia JA Jiu Jitsu conquistaram medalhas no Campeonato Mundial de Jiu Jitsu Esportivo, em São Paulo.
Outro esporte com destaques coletivos. As academias JA e Guetho representaram Montenegro muito bem, com conquistas importantes em praticamente todos os campeonatos disputados, incluindo o Mundial. Individualmente, Márcio Rodrigues e Jean Colares foram os principais nomes do esporte na cidade.

Vôlei:
23/4 – Equipe Keep Calm, recém-criada, fez sua estreia em torneios de voleibol, em Salvador do Sul.
19/11 – Sem Controle conquista o título do Torneio Liga do Litoral Norte de Vôlei Feminino, em Tramandaí.
Aos poucos, o voleibol montenegrino vai se reerguendo. Neste ano, a mulherada do Sem Controle conquistou o título do Torneio Liga do Litoral Norte, disputado em Tramandaí. Além disso, a equipe Keep Calm, criada em abril deste ano, já vem colhendo bons resultados nos torneios.

Veloterra:
19/11 – Márcio Alarcon vence em duas categorias e fatura o título do Sul-Brasileiro em Campo do Tenente, no Paraná.
17/12 – Augusto Wening e Márcio Alarcon confirmam, em etapa realizada em Montenegro, o título do Campeonato Regional de Veloterra em suas categorias.
Augusto Wening e Márcio Alarcon foram os grandes nomes do esporte na cidade em 2017. Ambos conquistaram o título do Campeonato Regional neste mês de dezembro. Márcio ainda conquistou dois títulos (categorias VX3 Nacional e VX4 Nacional) no Sul-Brasileiro de Veloterra, no Paraná.

Futebol de areia:
25/3 – Parma, Fênix e Chelsea fazem a festa nas finais da 14ª Copa CR Diementz de Futebol de Areia, em Maratá.
Na 14ª edição Copa CR Diementz de Futebol de Areia, o título do força livre ficou com o Parma, de Tupandi. No feminino, as montenegrinas do Fênix foram as campeãs, enquanto que no veterano, o título ficou com o Chelsea, também de Montenegro.

Tênis:
8/12 – Andrea Peters se torna bicampeã do Ranking ATM de Tênis na Classe A.
10/12 – Luis Rorig e Luis Figueiró conquistam o título das duplas no Ranking ATM.
Pelo segundo ano consecutivo, Andrea Peters conquistou o título da categoria principal do Ranking ATM de Tênis. Única mulher participante do torneio, ela venceu Luis Rorig na final. Na Classe B, o título ficou com Tárcio Lerner. Nas duplas, Luis Rorig e Luis Figueiró foram os campeões.

Bolão:
5/11 – Equipes da região ficam pelo meio do caminho, e Clube dos Quinze, de Lajeado, levanta o caneco do Estadual de Bolão.
A Série Ouro do Campeonato Gaúcho foi vencida pelo Clube dos Quinze, de Lajeado. Representante de Montenegro, o Clube do Comércio terminou em 19° lugar. Já a Sociedade Cultural São Pedro, de Pareci novo, ficou na 23ª posição.

Kart:

3/12 – Gabriel Pires sobre no pódio e fica com o terceiro lugar do Campeonato Gaúcho de Kart.
Uma das principais promessas do automobilismo montenegrino, o garoto Gabriel Pires enfrentou adversidades em grande parte das provas da temporada, mas encerrou o ano em alta, com o quarto lugar no Campeonato Gaúcho de Kart e com a terceira posição da Copa Gaúcha.

Stand Up Paddle:

28/10 – Com uma etapa de antecipação, o garoto Murilo da Rosa conquista os títulos da sub-16 e iniciantes na Copa União de SUP.
O ano de 2017 foi da garotada no esporte. Murilo da Rosa, 14 anos, conquistou dois títulos na Copa União, nas categorias iniciantes e sub-16. Quem também subiu no lugar mais alto do pódio foi Augustho Dias Ignácio, 10 anos, na categoria kids. Seu irmão, Ghabriel Dias Ignácio, 14 anos, ficou na segunda colocação na sub-16.

Irmãs Vargas:
5/11 – Débora e Denise Vargas concluem as provas do Circuito Sesc de Corridas. Débora fica com o título no comerciário e Denise com o segundo lugar no usuário.
As corredoras Débora e Denise Vargas tiveram mais uma grande temporada em 2017. As irmãs marcaram presença no pódio em praticamente todas as provas disputadas. No Circuito Sesc de Corridas, Débora foi campeã nos 10 km da categoria comerciário, e Denise vice-campeã nos 10km da categoria usuário.

Cezar Camillo:
12/3 – Cezar Camillo é campeão no percurso de 7km da prova Disney Princesa Magical Run, realizada no Jockey Club, em São Paulo.
Outro atleta que teve presença frequente no pódio em praticamente todas as corridas foi Cezar Camillo. Durante o ano, Cezar venceu provas em São Paulo, Montenegro, Canoas, Arroio do Meio, entre outras. Além disso, foi campeão da 1ª Corrida Internacional e ficou em terceiro na Corrida do Grêmio.

Tiago Jantsch:
26/11 – Depois de grave lesão no pé direito, Tiago Jantsch voltou a competir, em Tramandaí, pelo Sesc Triathlon.
O triatleta brochiense teve um ano de muitos estudos e poucas provas. Formado em Estatística no mês de agosto, Tiago sofreu uma fratura no pé direito durante um treinamento no primeiro semestre. Recuperado da lesão, no final de novembro voltou a competir, no Sesc Triahtlon, em Tramandaí. No início de dezembro, ficou em 6° lugar em sua categoria no Challenge Florianópolis, em Santa Catarina.

Rafael Rosa:
30/7 – Na Paraíba, Rafael Rosa conquista o Campeonato Brasileiro de Ciclismo na categoria máster B1.
10/12 – Rafael Rosa garante o terceiro lugar na categoria elite no Campeonato Gaúcho.
Um dos expoentes do ciclismo na região, o pareciense Rafael Rosa teve uma temporada iluminada. Campeão brasileiro da categoria máster B1 na Paraíba, em julho, o ciclista ainda ficou na terceira posição do Campeonato Gaúcho na categoria elite.

Deixe seu comentário